Outubro menos violento, mas um mês de recordes!

Foto: Josemário Alves | Arquivo Mossoró Hoje
03 Nov
09:56 2017
A+   a-
Da redação
Embora o mês de outubro tenha marcado o calendário potiguar com inúmeros recordes de violência batidos e também ultrapassados, o número absoluto de mortes matadas em comparação com outros meses do ano e outubros de anos anteriores, foi menor, como poderá ser visto no estudo breve análise sobre a evolução da mortandade nos anos de 2014-2017 (pág. 10). 

Sem políticas concretas e ações baseadas em estratégias, os recordes de uma segurança pública sem gestão se avolumaram e ainda pioraram o retrato da insegurança do RN ao serem comparados com os dados de outros estados na edição 2017 do Anuário da Segurança Pública, mas recordamos, e alertamos, que trataram de dados de 2016, e 2017, serão ainda piores, como mostramos mês a mês em nossas publicações.



A violência que vem assolando o cotidiano dos moradores do Rio Grande Norte vem afetando também a sintonia social e o modo como todos percebem a insegurança, e nesse mister, o ensaio A dor que não se percebe (pag. 7-9), desnuda em pontos de vistas peculiares, como a dor é experienciada por aqueles que veem seus entes queridos morrendo de forma t&atil [...]

Ler mais

Sobre Cidades Violentas, Análises de Complexidade e Rankings Estatísticos

08 Abr
09:48 2017
A+   a-
Ivenio Hermes

Por Ivenio Hermes e Sanclai Vasconcelos

Em 24 de janeiro de 2015 publicamos o texto Sobre Estatísticas e Rankings e hoje novamente voltamos a destacar a forte repercussão que o estudo “As cidades mais violentas do mundo”, elaborado pela ONG mexicana Consejo Ciudadano para la Seguridad Pública y Justicia Penal, tem sobre a violência das cidades.

Sobre Cidades Violentas, Análises de Complexidade e Rankings Estatísticos

Um dos alertas mais contemporâneos sobre a divulgação dos estudos estatísticos e propriamente sobre a análise criminal de complexidade, são as diferenças metodológicas. Uma análise aprofundada deve vir sempre acompanhada de um texto que a referenda do ponto de vista contextual, onde a realidade não é dissociada do objeto de estudo, pelo contrário, ela avalia fatores situacionais, aspectos sociais e espaciais, interdisciplinarizando as leituras gráficas e tabulares das estatísticas com análises sociológicas, econômicas, psicológicas e outras áreas do conhecimento.

Não e [...]
Ler mais

Onde está nossa Bogotá

31 Jan
14:28 2017
A+   a-
Ivenio Hermes
Por Ivenio Hermes

A respeito do sistema prisional, tenho me perguntado quantos candidatos a governador já utilizaram em suas plataformas de campanha, a promessa de que investiriam em construção de penitenciárias modelo, onde fosse promovida a reabilitação, a instalação de oficinas de trabalho ou com qualquer composição de esforços no sentido de se preocupar com o retorno do infrator da lei quando sua pena terminasse.

Toda ação policial prolongada precisa de ferramentas de controle para renovar quando sua eficácia estiver deixando de ser satisfatória, o policiamento de proximidade enfraquecerá sem o suporte de outras áreas. Qualquer evidência ensejada com a atuação da polícia ostensiva precisa da polícia investigativa em consonância, e evidentemente que, outros aspectos precisam estar se configurando nos bastidores através da integração entre os órgãos componentes da pasta da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social com outras, como a Secretaria de Justiça, a de Mulheres, A de Esportes, e outras, afinal, a sensação de segurança é obtida eficazmente por meio de diversas políticas públicas que se ajustam e se engrenam na promoção do crescimento social como um todo… Art [...]
Ler mais

Observatório Potiguar 2016: Informações Prenunciativas

16 Nov
16:18 2016
A+   a-
Ivenio Hermes

Um vislumbre sobre quatro anos de letalidade violenta intencional no RN

A escalada da violência no Rio Grande do Norte se prenuncia há anos pela surdez parcial das administrações públicas que somente desejam estatísticas que apontem seus pretensos sucessos. Nos quatro anos de estudo da violência letal intencional no RN, buscamos entender onde e porque o crime se processa, criando oportunidade para que um policiamento preventivo ocorresse e para que ações de suporte social, educativo, gerador de empregos e de resgate a cidadania pudessem agir paralelamente para a redução efetiva da criminalidade.

photo_2016-11-16_13-59-36

O conceito de integração usando um corpo técnico, uma administração transparente e sem vícios de políticas de governo, se perdeu com já visto no mês de julho de 2015, e a chance de uma grande redução da criminalidade se transformou em 5,8% de redução. Um número baixo e que não se sustentaria em 2016. Afinal, são 6331 mortes causada pela ação intencional humana nesses quatro anos, e comemorar esses números sem políticas sustentáveis e duradouras não ser [...]
Ler mais

Observatório Potiguar 2016

11 Nov
17:42 2016
A+   a-
Da redação

Na próxima semana iniciam os releases dos infográficos com possibilidade de palestras em Natal e Mossoró.

PUBLICIDADE (1)

O objetivo das palestras é chamar a atenção da imprensa, das universidades, da população e da sociedade civil organizada para os números mostrados nos infográficos e demonstrado nos discursos dos autores.

Na última semana de novembro divulgaremos o ranking das cidades mais violentas do estado e o ranking de bairros mais violentos das 10 primeiras cidades rankiadas. E nessa ocasião publicaremos a obra integralmente via Issu com possibilidade de download.

Por se tratar de um trabalho inteiramente pro bono, não realizaremos grandes eventos e ainda estamos tentando conseguir fundos para imprimir alguns exemplares para serem distribuídos durante as palestras.

A obra contempla a pesquisa do OBVIO - Observatório da Violência Letal Intencional no RN, contendo todo mapeamento da violência homicida dos últimos anos e e recheada de textos de análises criminais, sociólogicas e jurídicas de Thadeu Brandão, Ivenio Hermes< [...]
Ler mais