Rosalba tenta colocar sociedade contra o Sindiserpum

Foto: Secom/PMM
05 Mai
16:58 2017
A+   a-
Da redação
A prefeita Rosalba Ciarlini fez questão de divulgar, por meio de sua assessoria de comunicação, os valores que serão transferidos, até o fim do ano, ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum). As contribuições, obrigatórias totalizarão cerca de R$ 400 mil até dezembro.

Estranha-se o fato da gestora enaltecer essa transferência um dia após os servidores, reunidos em assembleia convocada pelo Sindiserpum, decidirem por greve geral a partir da próxima segunda-feira, 8. A impressão que passa é que a prefeita tenta colocar a sociedade contra o Sindicato.

O clima de lua-de-mel entre Rosalba e o Sindiserpum acabou exatamente nesta quinta, 4, quando a prefeita não compareceu à reunião previamente agendada com os sindicalistas. Mandou apenas seus secretários, que anunciaram não haver nenhum prazo para o pagamento dos salários ainda atrasados do mês de dezembro, o que enfureceu, com razão, a categoria.

É esperar agora uma resposta do combativo Sindicato diante da postura adotada pela prefeita. Comprar briga com servidores não é, definitivamente, uma boa ideia. Rosalba sabe disso.
 
Calendário

Ainda na nota divulgada, Rosalba anuncia o calendário de pagamento dos servidores para esse ano. Diz que a folha continuará sendo paga dentro do mês.

Com o anúncio, Rosalba espera, conforme destaca sua assessoria, “que as negociações com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SINDISERPUM) não sejam interrompidas para a conclusão do pagamento de dezembro, inclusive com o 13º salário e gratificações da saúde”.

Seria uma espécie de chantagem? Aguardemos, pois.
 

COMENTÁRIOS