“Meu Jesus... poupem a gente dessa vergonha...”

29 Dez
18:11 2017
A+   a-
Da redação
A prefeita Rosalba Ciarlini, mandou uma carta e gravou um vídeo nas redes sociais pedindo ao Ministro da Justiça reforço das forças armadas no patrulhamento preventivo de Mossoró.
 
Esta carta e este vídeo foram veiculado por suas redes de comunicação no final da tarde desta quinta-feira, 28, cerca de 11 dias depois que começou a onda de violência em Mossoró.

Na manhã desta sexta, 29, o Governo Federal anunciou o reforço das forças armadas já com previsão de desembarque neste sábado, 30.
 
De imediato, a Assessoria da Prefeitura publicou banner em suas redes sociais com texto deixando a entender que o Ministro da Justiça havia atendido ao pleito da carta e do vídeo.
 
A reação nas redes sociais foi imediata.
Alguém avise a essa "burra" que a Força Nacional está subordinada ao Ministro da Justiça e as Forças Armadas ao Ministro da Defesa, são coisas distintas. E a ambos ela só poderia agir via Governo do Estado. A CARTA dela e nada é a mesma coisa (Kennedy Salvador)
 
“Kkkkkkkkkk isso só pode ser piada da prefeita homem com tanta coisa seria acontecendo em Mossoró ela fica com essas "brincadeiras" (Aldiclesio Alves Maia). 

Assim como estes dois comentários, foram centenas em poucos minutos.

A verdade é quem conseguiu o reforço das forças armadas foi o governador Robinson Faria e seu filho Fabio Faria, que estão em Brasília há mais de dez dias buscando ajuda para o RN.
 
As matérias divulgadas em rede nacional também contribuíramm, de forma significativa, para convencer o Governo de Michel Temer a aceitar o pedido do governador e mandar reforço para a segurança do Rio Grande do Norte.
 
Sobre o banner que Rosalba publicou nas redes sociais deixando a entender que a vinda das forças armadas (não resolve o problema) foi atendendo ao seu pedido na carta, o jornalista Ismael Sousa escreveu:
 
“Meu Jesus... poupem a gente dessa vergonha...”

COMENTÁRIOS