Sou eu, Cézar Alves, que estou contra os servidores do Estado?

15 Jan
16:33 2018
A+   a-
Da redação
Primeiro foram os professores da UERN que me julgaram ser contra eles. Desceram a lenha.
 
Agora são alguns policiais que estão me julgando ser contra eles. Até ameaça já recebi. Incrível, teve até delegado bem instruído soltando piadinha no WhatsApp. Ah, dizem que este delegado é pré-candidato.
 
Motivo: escrevi que o Estado não tem dinheiro para pagar a folha. Que o cofre está vazio desde 2015, em função da crise nacional e da retração da Petrobras no RN.

Ressaltei que isto não era culpa somente do Robinson Faria (aí a lenha desceu com força no meu espinhaço).

Escrevi que o Estado já tirou tudo que tinha do Fundo Previdenciário para pagar a folha (devido ao Limite Prudencial) e que agora (firnal de 2017 e início de 2018) Robinson Faria não tem mais de onde tirar dinheiro para pagar a folha (o porrete de jucá desceu com tudo no meu lombo) dos servidores.
 
Escrevi e escrevo que o foco do movimento dos servidores está errado (sei que vão descer a lenha e hoje já sei as razões). Em alguns pontos, o foco do movimento está sendo guiado, inclusive, por interesses políticos e não pela razão, pelo interesse de ver os servidores recebendo os seus salários em dia. Enfim, pelo interesse de ver os servidores bem.

Vários atos (com direito a fotografia e tudo) deixam bem claro que estão agindo para derrubar Robinson Faria, sem se preocupar em resolver o problema de LIMITE PRUDENCIAL, ou seja, sem se preocupar com você, servidor!. 
 
Escrevi e escrevo que a saída é o movimento de todos os servidores parar de focar somente no Governador Robinson Faria, e centralizar também na Assembleia, no Tribunal de Contas do Estado, no Tribunal de Justiça do Estado, no Ministério Público Estadual, no Fisco Estadual, pois somente estes órgãos agindo em conjunto, tem o poder necessário para resolver o problema do LIMITE PRUDENCIAL e assim o Estado, com Robinson ou outro, poder pagar em dia os servidores do estado.

Não existe outro caminho. Não adianta me agredir ou me ameaçar ou soltar insinuações maldosas no WhatSapp, como fez o delegado Luiz Fernando.
 
Não adiantou, não adianta e não vai adiantar absolutamente nada o movimento dos servidores (professores, policiais, servidores da saúde) continuar focando somente no governador Robinson Faria. ISTO só vai servir aos adversários políticos dele, que estão praticando politicagem barata, rasteira e covarde, prejudicando principalmente a você, servidor concursado do Estado.
 
O movimento focando só no governador Robinson Faria, o máximo que vão consegui é trocar seis por meia dúzia. Pois tirando Robinson, não vai aparecer um milagre do céu para se ter limite prudencial para pagar os servidores. Vão continuar sofrendo em função dos atrasos de salários do mesmo jeito.

Repito: só se resolve o problema do LIMITE PRUDENCIAL através de um pacto entre os três poderes e os órgãos fiscalizadores.
 
Isto para mim está bem claro, cristalino.
 
Ou faz um pacto para resolver o limite prudencial ou no mês seguinte após vender a CAERN, não vai ter dinheiro de novo para pagar os servidores, assim como aconteceu com o Fundo Previdenciário Estadual.
 
Ou faz o pacto para resolver o limite prudencial, ou no mês seguinte após vender a Potigás não terá dinheiro para pagar de novo os servidores do Estado, assim como aconteceu com o Fundo Previdenciário Estadual.
 
Observe que se usar as reservas do Estado resolvesse o problema do LIMITE PRODENCIAL, o dinheiro da Previdência Estadual (R$ 1 bilhão) teria resolvido. E não resolveu. E não resolveu por uma razão simples: o Limite Prudencial é um poço sem fundo. Pode vender o RN inteiro, que no momento seguinte vai faltar dinheiro de novo para pagar aos servidores. Tem que fechar este poço!.
 
Aí eu pergunto:
 
Sou eu, Cézar Alves, que estou contra professores da UERN?
 
Sou eu, Cézar Alves, que estou contra policiais do RN?
 
Sou eu, Cézar Alves, que estou contra servidores da Saúde?

Sou eu, Cézar Alves, que estou contra os servidores do Estado?
 
Ou seria o contrário, eim, dr. Luiz Fernando???

COMENTÁRIOS