Depois de 18 meses negando o serviço, Rosalba estrategicamente começa a "arrumar" para funcionar

20 Jul
21:44 2018
A+   a-
Da redação

Conforme informei no início de 2017, após descontinuar o serviço de saúde mental em Mossoró por 18 meses, a prefeita Rosalba agora anunciou que vai "arrumar" o serviço.
 
Tudo devidamente pensado, organizado, para ferrar o cidadão por 18 meses/2 anos, culpar o gestor passado por isto, e arrumar nos últimos dois anos e pedir para ser reeleita.
 
Esta é estratégia política de Rosalba/Carlos Augusto, desde seu segundo mandato, que tem deixado um rastro de mortes e sequelados ao longo de seus mandatos.
 
E de agora em diante, não fiquem surpresos se ela "arrumar" as cirurgias que ela mesma suspendeu, como já está "arrumando" as praças que ela mesma abandonou por 14 meses.
 
É o que temos como prefeita!
 
Abaixo a declaração do psiquiatra Genário Freire.

“A Assistência Psiquiátrica é composta por três níveis. O nível Ambulatorial, o nível de Caps e o nível de Hospital. Nós temos o hospital São Camilo e os Caps. O Ambulatório de Psiquiatria de Mossoró foi descontinuado há um tempo e nós estávamos reivindicando à Prefeita uma reestruturação do atendimento psiquiátrico ambulatorial. A Prefeita se dispôs a reativar o Ambulatório de Psiquiatria de Mossoró. Reativando o Ambulatório, a gente já tem o CAPS e o Hospital São Camilo funcionando, as condições de funcionamento da saúde mental vão melhorar.”, explica o médico psiquiatra Genário Freire.
 


COMENTÁRIOS