NACIONAL

Polícia Federal prende 12 vereadores por desvios de recursos no PR

Foto: Divulgação/PF
15 Dez
08:31 2016
A+   a-
Da redação
 Doze dos quinze vereadores da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, foram presos na manhã desta quinta-feira (15) durante a 5ª fase da Operação Pecúlio, deflagrada pela Polícia Federal (PF).

Segundo a PF, dez vereadores foram presos preventivamente, quando não há prazo definido para que os investigados deixem a prisão, e dois temporariamente por cinco dias, podendo ser a prisão prorrogada por mais cinco dias ou convertida em preventiva. A Polícia Federal não especificou o tipo de prisão de cada parlamentar.

 Foram presos os vereadores:

Anice Gazzaoui (PTN)
Beni Rodrigues (PSB)
Darci "DRM" (PTN)
Edílio Dall’Agnol (PSC)
Fernando Duso (PT)
Hermógenes de Oliveira (PSC)
Zé Carlos (PMN)
Luiz Queiroga (DEM)
Marino Garcia (PEN)
Coquinho (SD)
Paulo Rocha (PMDB)
Rudinei Moura (PEN)

A operação foi batizada de "Nipoti" e investiga irregularidades em processos licitatórios de prestação de serviços e realização de obras para a prefeitura de Foz e desvio de recursos na Câmara Municipal.

Ao todo, foram expedidos 78 mandados judiciais, sendo 20 de prisão preventiva e 8 de prisão temporária, em Foz do Iguaçu, Curitiba, Cascavel, Maringá, e Pato Branco, no Paraná, e em Recife e Brasília.

De acordo com a PF, só com algumas obras de pavimentação no município de Foz do Iguaçu foram constatados prejuízos de quase R$ 4,5 milhões. As ordens judiciais foram expedidas pela 3ª Vara da Justiça Federal de Foz do Iguaçu.

Fonte: Agência Brasil e G1 PR

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS