ECONOMIA

Preços de diárias disparam em pousadas de Tibau; turistas chegam a pagar até R$ 1 mil

Foto: Valéria Lima
30 Dez
15:50 2016
A+   a-
Da redação
A movimentação na RN 013 começa a aumentar nesta sexta-feira, 30, com a ida de muitos mossoroenses à praia de Tibau neste fim de ano. A cidade também recebe turistas de outras regiões, ampliando assim de maneira significativa a demanda por hospedagens. Com a chegada da alta estação, os preços das diárias em pousadas no município dispararam, com estabelecimentos cobrando até R$ 1 mil por cliente no pacote para o réveillon.

Os valores assustaram a publicitária Larissa Gabrielle, de Mossoró. “Achei os valores de hospedagens muito altos para uma praia sem muita estrutura como Tibau. Você paga um valor desses em um resort que inclui alguns benefícios de entretenimento, lazer, música e etc.”, destacou ao MOSSORÓ HOJE, acrescentando ainda que a pousada pesquisada só estava disponibilizando pacotes de três dias, totalizando assim R$ 3 mil.

O MOSSORÓ HOJE entrou em contato com algumas pousadas de Tibau e confirmou o aumento nos preços das diárias. A atendente de um dos estabelecimentos justificou que esse pacote de R$ 3 mil inclui café da manhã, acesso ao restaurante na noite da virada, com show de DJ e uma garrafa de espumante por suíte. Ela confirmou que na baixa estação os valores cobrados são menores, custando em média R$ 200 a diária.

Em outra pousada pesquisada, o proprietário Aureliano Marques também confirmou o aumento nos valores das diárias nesse fim de ano, justificando que seu estabelecimento passou por melhorias ao longo do ano. “Nossa diária para o réveillon está custando R$ 500. Em 2016, era de R$ 300, mas esse ano melhoramos o nosso serviço, incluindo, por exemplo, o café da manhã”, argumentou, acrescentando que na baixa estação a diária custa R$ 200.

Independente dos valores, é certo que a cidade-praia de Tibau receberá um número significativo de turistas, muitos com suas hospedagens já garantidas. “Estamos com apenas uma suíte vaga”, concluiu a atendente da primeira pousada pesquisada pelo MOSSORÓ HOJE.
 
 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS