MOSSORÓ

“Cadê o dinheiro da repatriação?”, questiona servidora terceirizada da Prefeitura de Mossoró

Foto: Arquivo/MH
09 Jan
13:00 2017
A+   a-
Da redação
Servidores de empresas terceirizadas que prestam serviço à Prefeitura de Mossoró ainda não receberam os salários pendentes da antiga gestão. Os profissionais questionam a continuidade do atraso, uma vez que o ex-prefeito Francisco José Júnior deixou, em caixa, mais de R$ 4 milhões justamente com a finalidade de pagar os servidores.

“Quero saber cadê o dinheiro da repatriação, que saiu R$ 4 milhões para pagar a nós, terceirizados. Quero meu dinheiro. Minhas colegas de trabalho têm aluguel pra pagar, filhos para dar de comer. Queremos que as autoridades olhem por nós, porque desde a outra gestão que estamos assim. Precisamos sair desse sufoco. Se o dinheiro tá na conta, tem que pagar”, desabada Suyane Cibelly, contratada da Art Service.

A revolta de Suyane está no fato da Prefeitura ter recebido exatamente R$ 4.026.369,85 no dia 30 de dezembro, recursos esses referentes às multas do Programa de Repatriação do Governo Federal. No mesmo dia, o então prefeito Francisco José Júnior anunciou que esse dinheiro seria destinado ao pagamento dos servidores terceirizados. Como no dia 30 não houve expediente bancário, caberia à nova gestora, Rosalba Ciarlini, concretizar o pagamento, o que até agora não o fez.

O Portal MOSSORÓ HOJE entrou em contato com a assessoria da Prefeitura de Mossoró, que ficou de buscar informações sobre o assunto junto à secretaria responsável. Até o momento, não houve retorno por parte do Município. O espaço está aberto para o contraditório.
 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS