MOSSORÓ

Reitor da UERN volta atrás e decide concorrer à reeleição

Foto: Arquivo/MH
10 Jan
19:29 2017
A+   a-
Da redação
O professor Pedro Fernandes voltou atrás na sua decisão de não concorrer à reeleição na disputa pela reitoria da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Pedro conversou com o MOSSORÓ HOJE sobre os motivos que o levaram a tentar mais um mandato à frente da instituição de ensino.

“Algumas pessoas vieram conversar comigo, diretores de unidades acadêmicas, professores, alunos, técnicos, pessoas do meu convívio social, da igreja, todas elas me apontando que por ser um projeto impessoal, não dependia da decisão de uma pessoa, tinha que ser uma decisão coletiva, e o coletivo neste momento estava dizendo que era pra gente continuar”, justificou.

Pedro afirmou ainda que a eleição será uma oportunidade de prestar contas sobre sua gestão, iniciada em 2013. “Conversei bastante com minha família, comigo mesmo, pessoas próximas, distantes, tomamos essa decisão sim de ir para a reeleição. Vamos agora apresentar à comunidade uerniana o trabalho que a gente vinha fazendo com responsabilidade, cuidado e carinho”, enfatizou.

Questionado se a entrada de novos nomes na disputa, como o do professor David Leite, teria motivado sua decisão de voltar atrás, o reitor respondeu que não, acrescentando que buscará, inclusive, o apoio de pré-candidatos já postos. “O que aconteceu é que com a aproximação do processo, as pessoas intensificaram essa conversa comigo, contra-argumentaram e me fizeram refletir. Obviamente que agora vamos perceber o contexto, os nomes que estão sendo colocados, tentar conversar com alguns e buscar maior quantidade de apoios possível”, pontuou.

O gestor anunciou também que sua candidata à vice é a atual pró-reitora de Planejamento, Orçamento e Finanças, professora Fátima Raquel Rosado. “Vamos juntos, eu candidato reitor e a professora Fátima à vice, uma vez que a eleição na Uern é separada”, concluiu Pedro Fernandes.
 
 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS