ESTADO

Delações da JBS apontam pagamento de R$ 5 milhões em propina a Robinson e Fábio Faria

Foto: Divulgação
19 Mai
16:24 2017
A+   a-
Da redação
O conteúdo da delação dos executivos da JBS começa a implicar políticos potiguares. De acordo com reportagem publicada pelo Jornal O Globo, o governador Robinson Faria e o deputado federal Fábio Faria teriam recebido, em propina, R$ 5 milhões, em troca da privatização da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN).

A possibilidade de privatização da Companhia foi levantada em outubro do ano passado. Servidores da Caern chegaram a paralisar as atividades por um dia em protesto. Na sequência, o diretor-presidente da empresa, Marcelo Toscano, negou que houvesse esse interesse por parte do Governo do Estado.

No entanto, em novembro de 2016, o Estado manifestou oficialmente interesse em privatizar a Companhia, formalizando a decisão ao aderir ao Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do Governo Federal, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O governador Robinson e o deputado federal Fábio Faria se manifestaram sobre as acusações. Disseram que as doações que receberam a JBS foram legais, tudo registrado e que em momento algum tratou em privatizar a CAERN.

Leia mais
Robinson e Fábio Faria afirmam que doações feitas pela JBS foram legais e registradas


 
 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS