ESTADO

Robinson e Fábio Faria afirmam que doações feitas pela JBS foram legais e registradas

19 Mai
18:28 2017
A+   a-
Da redação
O governador Robinson Faria e o deputado federal Fábio Faria emitiram nota afirmando que o dinheiro recebido da empresa JBS foi legal e registrado junto à Justiça Eleitoral, por meio de doações oficiais.

Na tarde desta sexta, o Jornal O Globo publicou reportagem destacando o possível envolvimento de governadores e parlamentares no esquema de distribuição de propina pelo empresário Joesley Batista. Robinson e Fábio, segundo a delação feita pelo empresário, teriam recebido R$ 5 milhões, prometendo em troca a privatização da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern).

“É importante ressaltar que, desde a campanha eleitoral, Robinson Faria tem destacado em inúmeras declarações públicas e entrevistas que não pretende e nem irá privatizar a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), o que seria, segundo o delator, a motivação do suposto pagamento irregular”, destaca a nota.

Confira, na íntegra, o posicionamento do governador e do deputado:
 
“Sobre a citação do governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria e do deputado federal Fábio Faria na delação da JBS, é preciso esclarecer os seguintes pontos:
 
1 - Ambos informam que conheceram a JBS no período eleitoral e confirmam que receberam  doações da empresa citada, somente durante o período de eleições, oficialmente, legalmente, devidamente registradas na Justiça Eleitoral e sem qualquer contrapartida nem ato de ofício;
 
2 - Não existia, da parte de Robinson e Fábio Faria, qualquer motivo para que houvesse desconfiança em relação à origem da doação feita por meio de contatos do PSD Nacional;
 
3 - É importante ressaltar que, desde a campanha eleitoral, Robinson Faria tem destacado em inúmeras declarações públicas e entrevistas que não pretende e nem irá privatizar a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), o que seria, segundo o delator, a motivação do suposto pagamento irregular;
 
Por fim, Robinson e Fábio Faria consideram absurdas as declarações do delator que  chama de propina contribuições eleitorais lícitas, com o claro objetivo de se livrar de crimes graves praticados.
 
Robinson Faria, governador do RN
Fábio Faria, deputado federal pelo RN”

O governador Robinson Faria tem sido firme, desde o início de sua gestão, em negar a possibilidade de privatizar a CAERN. Diferentemente do que diz delator da JBS. Confira abaixo uma série de entrevistas em que o governador se posiciona contra a privatização da CAERN:

Matérias que destacam que o governador Robinson não tem intenção de privatizar a CAERN.
Governador robinson nega desejo de privatizar Caern e Uern – 01/11/2016

Robinson não vai privatizar a CAERN e vai concluir Oiticicas – 01/11/2016

Governador prega pactuação para superar crise econômica brasileira – 31/10/2016      

Presidente da Caern afirma que o governo não pretende privatizar a companhia – 06/10/2016

‘Atual gestão não privatizará a Caern” - Marcelo Toscano – 06/10/2016
 
Diretor¬presidente da Caern nega possibilidade de privatização – 05/10/2016

Ao excluir Caern, governador admite uso de outros ativos – 29/12/2015

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS