MOSSORÓ

Prefeitura de Mossoró já pagou R$ 1.075.413,06 por estrutura e shows do Mossoró Cidade Junina

18 Jun
19:38 2017
A+   a-
Da redação
Com pagamentos antecipados e outros gastos com shows e estruturas de palcos, a Prefeitura Municipal de Mossoró já desembolsou R$ 1.075.413,06 com o Mossoró Cidade Junina de 2017.

No final da tarde deste domingo, 18, a estrutura da Arena Deodete Dias ainda estava interditada pelos Bombeiros, por não garantir segurança aos espectadores e menos ainda para os integrantes das quadrilhas que iriam se apresentar.

A permanência da interdição foi confirmada pelo Major Queiroz, comandante do Corpo de Bombeiros de Mossoró. O local está sendo usado por crianças, adolescentes e adultos para patinarem.

Veja mais
Competição de quadrilhas do MCJ na Escola Manoel Assis tira o sossêgo dos moradores e termina na DP de Plantão


A estrutura de camarote institucional e de palco central, da Estação das Artes, teria sido liberado mediante ordem judicial emitida no plantão da noite de quinta-feira, 15. Logo depois, após nova vistoria, o Corpo de Bombeiros liberou esses espaços.

Esta estrutura, após concluída, apresentou problemas. As tábuas laterais desabaram em cima de quem estava passando. O pórtico de entrada também caiu.

Veja mais
"Era pra fechar tudo", diz marido da mulher atingida por estrutura do MCJ que desabrou


A estrutura de palco, luz e som do Chuva de Bala, foi entregue pela Fedebez Produções na sexta-feira, 16, com elogios por parte do Corpo de Bombeiros.

Segundo o dono da empresa que fez esta montagem, teve pouco tempo para montar a estrutura e a Prefeitura mudou o tamanho do palco contratado. O palco era 15 x 20 e pediram para aumentar para 18 x 22.

Também era um metro e meio de altura e pediram para baixar para 1 metro e 10 centímetros. Quando já estava perto de concluir, Carlos Ferdebez disse que decidiu, em conversa com os engenheiros, botar mais uma camada de tábuas no lastro do palco. Assim o fizeram.

A Cidadela, que está precisando ainda do pórtico de entrada e a decoração interna. Já recebe público. A Ferdebez disse que aguarda troncos de carnaúba para fazer a entrada e a decoração a empresa contratada foi outra.

O camarote (filé da festa) entregue sem licitação para Tácio Garcia (investigado na Operação Anarriê), na Estação das Artes, está totalmente liberado. Sem qualquer problema. Ele controla até o estacionamento de acesso.
 

Quem foi contratado para fazer o que:

Ferdebez produções foi contratado para fazer o palco do Chuva de Bala (liberado)

Ferdebez Produções ganhou licitação para fazer Cidadela (liberado)

Saniq Eventos ganhou a licitação para fazer a Arena Deodete Dias (interditado)

DK Monteiro Coelho Produções e eventos Eireli – ME – Palco Central e Camarote institucional (liberados)
 
Quem já recebeu dinheiro por serviços prestados ao MCJ

AB Empreendimentos Artísticos e Locações Ltda – EP – R$ R$ 7 mil

Aline Iris Resi de Oliveira – R$ 9 mil

Aviões do Forró Gravações e Edições Musicais Ltda – R$ 227.997,61

Cia A Máscara de Teatro – R$ 188 mil

Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do RN – R$ 163,06

Corpo de Bombeiros Militar do RN – R$ 7.650,00

DK Monteiro Coelho Prod. E Eventos Eirele Me – R$ 80 mil

DS&A Produções Eventos e Serviços Ltda – R$ 60.578,41

Ferdebez Produções, Cons. E Proje. Ltda ME – R$ 50.723,61

G M de Alencar Fernandes ME – R$ 10 mil

Gesto Companhia de Dança R$ 202 mil.

Instituto Nacional de Seguro Social – R$ 550,00

JNP Produções Artísticas Ltda R$ 5 mil

Jonas Queiroz da Silva ME (Forró dos 3)  R$ 10 mil

Maria Natali da Silva – R$ 3.691,97

Prefeitura Municipal de Mossoró – R$ 19.710,79

Renata Falcão Leite – R$ 5 mil

Saia Rodada Promoções Artísticas Ltda EPP – R$ 75 mil

Timbaleira Banda e Eventos Ltda – R$ 42.100,00

Valmir Mendonça Promoções Artísticas Ltda – EPP – R$ 71.247,61
 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS