GERAL

Azul Linha Aéreas inicia operações em Jericoacoara no dia 28 de julho

Foto: Governo do Ceará
14 Jul
15:36 2017
A+   a-
Da redação
A Azul recebeu aprovação das autoridades brasileiras para realizar voos regulares entre Recife e Jericoacoara a partir do dia 28 de julho e São Paulo (Viracopos) e Jericoacoara a partir de 12 de agosto. Inicialmente, a companhia irá operar duas frequências semanais saindo do Recife e, em agosto,  ampliará a oferta para quatro voos semanais, as quartas, sextas, sábados e domingos. De São Paulo (Viracopos), os voos sairão semanalmente, aos sábados. As passagens já estão disponíveis para compra em todos os canais da Azul com tarifas a partir de R$229,80.

A ampla conectividade é um dos diferenciais da nova rota. A partir da capital pernambucana, de São Paulo (Viracopos e Guarulhos) e de Belo Horizonte, Clientes de várias regiões do país e do exterior poderão chegar rapidamente ao novo destino da empresa. Os voos serão cumpridos com o jato Embraer 195, de 118 assentos.

“Estamos muito felizes com a aprovação dos voos entre Recife e Jericoacoara, pois passaremos a ofertar mais uma opção para os clientes chegarem a um dos locais mais paradisíacos do Brasil. Com a nossa malha no Recife, conectada a mais de 20 destinos diretos e o novo aeroporto de Jericoacoara, vamos encurtar as viagens dos turistas que vão a Jeri. Hoje, o trajeto pode durar até sete horas e, por via aérea, apenas uma hora e meia a partir de Recife”, comenta Daniel Tkacz, diretor de Planejamento de Malha da Azul.

As conexões beneficiarão clientes de muitas regiões do Brasil, graças à conectividade da Azul em São Paulo (Viracopos e Guarulhos) e Belo Horizonte, que contam com voos diretos para o Recife, que casarão perfeitamente com conexões para Jericoacoara. Além disso, serão beneficiados também aqueles que partem de Fortaleza, Natal, Aracaju, Maceió, Salvador e Goiânia, cujos horários de pouso no Recife proporcionarão conexões rápidas para o novo destino da empresa.

O destino – Jericoacoara, ou simplesmente Jeri, é um vilarejo litorâneo localizado no oeste do Ceará, antigamente dominado por pescadores. O local, considerado paradisíaco pela maioria dos turistas, foi construído entre dunas, em uma região onde o vento refrescante atrai inúmeros praticantes de windsurfe. As ruas são cobertas de areia, sem asfalto, e o mar oferece um tom verde que atrai banhistas a todos os momentos.

A fama de Jericoacoara surgiu em 1994, quando o jornal norte-americano Washington Post incluiu o local como uma das dez mais belas praias do mundo. Hoje em dia, o vilarejo atrai tanto brasileiros quanto estrangeiros, e comumente é colocado por diversos rankings como uma região a ser obrigatoriamente visitada no Brasil.

MOSSORÓ

Em reunião recentemente com a diretoria da Azul, o governador Robinson Faria e o secretário de Estado do Turismo, Ruy Gaspar, receberam a informação de que Mossoró ganhará em breve um voo comercial. A confirmação foi dada ao chefe do Executivo estadual pelo diretor Marcelo Bento, durante audiência realizada em São Paulo, nesta terça-feira (11).

No entanto, para que o voo comercial saía do papel e deixe de ser uma promessa, há determinações que devem ser cumpridas para que o Aeroporto Dix-Sept Rosado seja liberado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). 

Segundo o governo do Estado, a reabertura do equipamento depende do cumprimento de uma ação do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA II), por parte da Prefeitura de Mossoró, para rebaixamento de duas antenas parabólicas domésticas e dos telhados de duas residências, de 90 centímetros e 120 centímetros. 

"Em relação ao raio-x e ao pórtico, a licitação para aquisição dos equipamentos já foi homologada", explicou o governo. Este serviço é de responsabilidade do Departamento de Estradas e Rodagens (DER-RN). 

Com informações da Azul
 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS