GERAL

Natalenses fisgam donos da Chilli Beans e Gávea Angels como sócios na produção de móveis sustentáveis

Foto: Reprodução / Sony
12 Ago
22:01 2017
A+   a-
Josemário Alves, especial para o MH
Os natalenses André Jimmy e Parizot Magalhães fisgaram, literalmente, dois grandes tubarões na segunda temporada do reality show “Shark Tank Brasil”, da Sony. Eles se tornaram sócios de nada mais, nada menos que Camila Farani, presidente da investidora Gávea Angels, e Caito Maia, dono da Chilli Beans, a maior marca de óculos da América Latina.

André e Parizot participaram do programa para propor aos cinco tubarões, como são conhecidos os investidores, uma sociedade de 10% na produção de móveis sustentáveis em troca de R$ 150 mil. A ideia era usar este dinheiro para expandir a quantidade de lojas na capital potiguar, aumentar a produção e investir em publicidade.

Os dois amigos são donos da Greenpallets, uma empresa com dois anos no mercado que produz móveis personalizados com madeira descartada, como por exemplo paletes e caixas, e de reflorestamento. Conforme André Jimmy, a Greenpallets gerou, somente no ano passado, cerca de R$ 360 mil em receita, uma média de R$ 30 mil por mês.

A proposta agradou alguns dos tubarões. Camila Farani fez uma contraproposta e ofereceu os R$ 150 mil de investimento em troca de 20% da empresa. “Eu gostei de vocês, gostei da concepção de ser design a baixo custo, conheço bons varejistas nessa área, e para fazer valer qualquer esforço meu de tempo e de dinheiro, pra mim só faz sentido se for R$ 150 mil por 20%”, disse Camila.

Diante da ideia, Caito Maia resolveu se associar a ela na contraproposta, oferecendo R$ 75 mil por 10% da empresa cada um dos investidores.

Camila aproveitou para alerta os dois natalenses de que este dinheiro será para aumentar a produção e fazer “bombar” a única loja da Greenpallets já existente em Natal, ao invés de expandir para cinco. André e Parizot aceitaram e se tornaram sócios de dois grandes empresários brasileiros.

“Vender trinta pau de móvel em Natal?”, questionou Caito com ar de surpreso. “Vai ser o maior barato”, respondeu Camila satisfeita com o negócio.

Leia também: Desenhista potiguar aceita proposta e se torna sócio do dono da Polishop

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS