MOSSORÓ

Lixo hospitalar acumula há dias nas unidades de saúde de Mossoró

Foto: Cedida
10 Out
18:40 2017
A+   a-
Da redação
Os desmandos na administração municipal de Mossoró só aumentam. Nesta terça-feira, 10, o MOSSORÓ HOJE recebeu quatro denúncias de que o lixo hospitalar está acumulando nas Unidades de Pronto Atendimento, Básicas e também no SAMU há mais de semana, colocando em risco os próprios trabalhadores da prefeitura e moradores vizinhos.

A empresa que fazia esta coleta de lixo nas unidades de saúde de Mossoró era a Serquip, porém encerrou o contrato e não teria havido o zelo por parte da Prefeitura Municipal de Mossoró de fazer um aditivo para não haver descontinuidade dos serviços. Sem contrato, sem garantir de receber pelo serviço prestado, a empresa parou de fazer a coleta.

Na UPA do bairro Santo Antônio, o acúmulo de lixo está ocorrendo dentro do muro da unidade. O mesmo estaria aconteceu nas unidades de saúde do município. No SAMU o acúmulo já começa a preocupar os servidores. As denúncias também chegaram ao conhecimento dos vereadores na Câmara Municipal de Mossoró.

O vereador Ozaniel Mesquita, que também é socorrista do SAMU, destacou que há alguma tempo o lixo hospitalar das unidades de saúde do município não estão sendo coletado, logo não está recebendo o descarto correto, o que, segundo o vereador, pode está ocasionando prejuízos ao meio ambiente e colocar em risco a vida da própria população.

“É um lixo que tem que ser colocado em recipiente adequado. Creio que há mais de dez dias o descarte desse lixo não está sendo feito de forma correta. Então, peço atenção do Poder Executivo municipal”, explicou Ozaniel Mesquita, mostrando-se preocupado com o quadro e cobrando do Poder Executivo um pouco mais de agilidade nos tramites para legais para o serviço retornar o mais rápido possível.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS