VARIEDADES

Xand Avião, Safadão, Luan Santana e outros animarão Réveillon de Fortaleza 2018

10 Nov
17:40 2017
A+   a-
Da redação
A Prefeitura de Fortaleza anunciou nesta quinta-feira, 9, as atrações do Réveillon 2018 de Fortaleza. Durante coletiva de imprensa na sede da Secretaria Municipal do Turismo (Setfor), foram divulgadas informações acerca do evento, tradicionalmente realizado no Aterro da Praia de Iracema, que será palco de apresentações de artistas locais e nacionais.

Dentre as atrações, subirão ao palco Xand Avião, Wesley Safadão e Simone e Simaria. As apresentações nacionais ficam por conta de Luan Santana e Capital Inicial. Participam também a banda de rock cearense Selvagens à Procura de Lei, Marcos Lessa, Chico Pessoa e Fábio Carneirinho.

A programação tem início às 17h do dia 31 de dezembro, com Felipe Adjafre e Gustavo Serpa ao pôr-do-sol, e encerra abrindo o ciclo carnavalesco da Capital com as apresentações do Luxo da Aldeia e do Bloco Unidos da Cachorra.

Será estruturada, também, uma tenda eletrônica. Este ano, a expectativa é de que mais de um milhão de pessoas participem do momento da virada, que será comandado pelo humorista Tirulipa e deverá contar com show pirotécnico de 18 minutos.

De acordo com o Prefeito, a antecedência da divulgação promove cenário favorável ao evento, que deverá impactar positivamente a economia local por meio do turismo. Além da pluralidade musical, o Gestor destacou a importância da parceria entre a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado, frisando, ainda, os diferenciais do evento. 

“Este Réveillon tem duas inovações importantes. A primeira delas é que, pela primeira vez, a gente licitou uma empresa especificamente para captar patrocínio e garantir um financiamento privado, reduzindo ou zerando a participação de recursos públicos na organização de evento um grandioso e gratuito. A segunda é que, por meio de uma plataforma humanitária estimulante, vamos aproveitar a festa, que mobiliza o interior e Fortaleza, além de outros Estados, para divulgarmos o Hospital Oncológico Peter Pan, uma grande obra social feita pelo terceiro setor. Por meio de linha telefônica ou aplicativo de celular, vamos estimular a doação voluntária para viabilizar o empreendimento”, informou Roberto Cláudio.

Para Erick Vasconcelos, secretário executivo do Turismo de Fortaleza, a minimização do investimento público no evento potencializará os recursos que devem ser injetados na Capital no período.

“Esta é a maior festa da nossa Cidade e reúne um bom número de turistas. Estamos esperando cerca de 500 a 600 mil pessoas de fora, que deverão curtir o evento. A expectativa é de que a rede hoteleira alcance cerca de 98 a 99% de ocupação. Isso vai gerar muito emprego e renda na nossa Cidade por meio da economia ligada ao turismo, que impacta, diretamente, cerca de 52 setores”, pontuou.

Xand Avião, uma das principais atrações da noite, destacou a felicidade de participar, pela primeira vez, do Réveillon da Capital onde consolidou sua carreira, hoje, reconhecida internacionalmente.

“Eu moro em Fortaleza há 15 anos e vi o crescimento desse Réveillon. Confesso que meu sonho era, um dia, cantar na festa. Já rodei o Brasil inteiro e o mundo, cantando para milhões de pessoas. Mas quando se canta em casa, é diferente. O Réveillon de Fortaleza está conhecidíssimo no Brasil inteiro. Não deixa a desejar a nenhum do Brasil. É um sonho que estou realizando em poder cantar para essa multidão, nesse Aterro, que vai ser lindo. Darei o meu melhor e será um dos melhores shows da noite. Quem for não irá se arrepender”, garantiu o cantor.

O secretário da Cultura de Fortaleza, Evaldo Lima, comentou a relevância da pluralidade de gêneros musicais trazida ao evento. “Fortaleza caminha celeremente para se tornar o maior Réveillon do País. Eu me refiro ao brilho da Cidade, à alegria das pessoas e à grande atração realizada por grandes intérpretes da música brasileira. Esse réveillon é muito especial. Tem para todas as sensibilidades estéticas e musicais, atrações de grande apelo popular, flertando com a música plural cearense e universal brasileira”, disse.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS