POLÍCIA

Considerado o Beira Mar do Vale do Açu morre em confronto com a Polícia no Alto do Rodrigues

14 Nov
08:30 2017
A+   a-
Da redação
Acusado de pelo menos três homicídios e também de traficar drogas, Josenilson Monteiro da Rocha, o Nilsinho (na foto, à esq.), considerado o Fernandino Beira Mar do Vale do Açu, morreu em confronto com a Polícia na manhã desta terça-feira, 14, no município do Alto do Rodrigues.

A operação República teve a frente os delegados de Macau (Tiago Batista de Lima), Assu e Pedro Avelino, com apoio operacional do Major PM Carvalho, de Macau, região de atuação do suspeito. Os policiais estavam de posse de 4 mandados de busca e um de prisão.

Entretanto, chegarem ao local indicado que o suspeito estava, os policiais foram recebidos a bala. Segundo o Major Carvalho, os policiais reagiram proporcionalmente a recepção e Nilsinho Beira Mar terminou baleado.

"Primeiro a mulher dele saiu da casa e isto depois de muito trabalho que tivemos chamando. Quando a mulher saiu, os policiais se aproximaram para cumprir a ordem judicial, mas aí o suspeito (Nilinho) abriu fogo. Pegou três tiros no escuro balístico", diz Carvalho.

Apesar dos cuidados médicos, Nilsinho Beira Mar não resistiu. Na mesma ocasião, foi preso um suspeito conhecido por Manoel de Xandu por tráfico de drogas. Este suspeito preso seria o braço direito do Nilsinho no tráfico de drogas na região.

Os policiais relataram que a casa do suspeito, parecia uma fortaleza. Era para preparada para evitar invasões, com grades e barras de ferros reforçando as portas. Também foram apreendidas armas e munições. Ainda hoje será concedido uma entrevista sobre o caso.

Nilsinho já alvo da polícia há vários anos. Em 2011 ele foi preso por tráfico de drogas na BR 406, pelos policiais de Macau. Na época, ele já era considerado o Beira Mar do Vale do Açu, por tráficar drogas e por ter matado pelo menos três pessoas com requintes de crueldade.

No Vale do Açu, o suspeito era tido como valetão. Testemunhas relataram que sempre o via com duas pistolas na cintura. Haviam também ameaças veladas a policiais militares que atuam na região de Pendência, onde traficava drogas.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS