ESTADO

Assú:"Vou continuar nessa luta pela justiça", diz Kariene Karla

Foto: Reprodução | Facebook
12 Jan
21:53 2018
A+   a-
Da redação
Após tomar conhecimento da absolvição do dentista Jovane Dantas, de Assú, pela Justiça do Rio Grande do Norte, a jovem Kariene Karla Avelino Soares, 26, se pronunciou sobre o caso. 

Leia mais
Dentista Jovane Dantas, de Assú, é absolvido da acusação de estupro

Em contato com o MOSSORÓ HOJE, Kariene disse que vai continuar na luta por justiça e que esta decisão de hoje é apenas o começo. "Você pode pensar que acabou. Você pode pensar que você ganhou, mas estou aqui agora para lhe dizer que este é apenas o começo, e que vou continuar essa luta pela justiça até o dia em que a porta da prisão se fechar atrás de você", disse.

VEJA NOTA NA ÍNTEGRA:

Para aqueles que não estavam cientes, hoje, Jovane Dantas foi achado "não culpado" pelo crime de estupro contra mim, Kariene Karla Avelino Soares.

Claro, não fui a única vítima de Jovane Dantas. Duas outras mulheres corajosas também se apresentaram para apresentar suas próprias histórias de horror, que resultaram das ações desse homem desprezível.

Eu também conheço várias outras, porque eu falei com elas em detalhes, que estavam com muito medo de falar publicamente sobre suas provações, por causa do medo de 
retaliação.

Quando eu decidi relatar o que aconteceu comigo, eu fiz isso sabendo da corrupção que existe em Assu, mas eu sabia que era o certo a fazer. As pessoas devem ser responsabilizadas por suas ações, independentemente de quem elas sejam, onde elas estão, ou de quem elas conhecem.

Nos últimos 4 anos desta luta pela justiça, conheci pessoas corajosas e maravilhosas que me apoiaram, mas que também confidenciaram suas próprias histórias pessoais angustiantes. Da mesma forma, eu tive que lidar com aqueles que duvidaram de mim, ou simplesmente pensavam que eu estava mentindo. Tanto o positivo quanto o negativo têm me tornado uma pessoa mais forte.

Em 2017, ocorreu uma mudança no mundo. As mulheres em todos os lugares decidiram da um "basta" e começaram a ficar juntas para dizer que esse tipo de comportamento não seria mais tolerado. Elas demonstraram que as mulheres não seriam mais tratadas como cidadãos de 2ª classe e que não mais seriam tratadas como o sexo menor. Infelizmente, este grande momento da história humana não viajou para Assu.

Então, enquanto Jovane Dantas fica em casa com um sorriso orgulhoso no rosto esta noite, refletindo em como ele enganou ‘’brilhantemente’’ o  sistema legal da pequena cidade em que ele mora, estou aqui para lhe dar uma mensagem.

Eu não lutei por 4 anos contra seus atos terríveis, apenas para desaparecer silenciosamente no primeiro revés. Agora você está ansioso para receber a palavra da intenção oficial de apelar essa decisão errada. Este caso agora será escalado para o nível estadual, onde seu poder e influência não é o que é em Assu.

Você pode pensar que acabou. Você pode pensar que você ganhou, mas estou aqui agora para lhe dizer que este é apenas o começo, e que vou continuar essa luta pela justiça até o dia em que a porta da prisão se fechar atrás de você.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS