POLÍTICA

Tião Couto acredita no projeto de Flávio Rocha para fazer o RN crescer

11 Mar
12:01 2018
A+   a-
Da redação
O pré-candidato a presidente da república, Flávio Rocha, após ter seu nome lançado em Mossoró, foi ao Seridó, onde desenvolve o projeto Pro-Sertão, para fazer o mesmo. Em Mossoró, a articulação foi feita pelo pre candidato ao governo do Rio Grande do Norte. Tião Couto, que foi convidado pelo dono do grupo Guararapes para acompanha-lo na cidade de Parelhas, na região Seridó, neste sábado, 10.

O empresário Tião Couto conquistou uma expressiva quantidade de votos na eleição de 2016 para prefeito de Mossoró. Perdeu para atual gestora Rosalba Ciarlini. Ainda na campanha de 2016, Tião teve seu nome viabilizado. Sua proposta é que o Estado poderia e pode crescer mais, precisando somente que exista menos burocracia e menos impostos cobrados dos empresários que geram empregos e renda.

O mesmo pensa o empresário Flávio Rocha, do Grupo Riachuelo. Rocha se queixa que está sendo perseguido pelo Ministério Público do Trabalho e que isto fez reduzir o número de empregos que gera no RN de 20 mil para 8 mil empregos. A perseguição a qual faz referência é a fiscalização do MPT que resultou em multas de dezenas de milhões em suas empresas no RN em função do projeto Pro-sertão.

Flávio Rocha disse que ao contrário do que o MPT divulgou e usou como motivo para multá-lo, o Pro-sertão gera renda e dignidade para a população. Ele foi recebido com festa na região de Parelhas, onde estão localizados as fabricas de tecidos caseiros que atende ao grupo Riachuelo. O empresário Tião Couto concorda com o método de geração de emprego e renda e aposta neste modelo de gestão de geração de empregos para fazer crescer o RN.



 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS