POLÍCIA

Bandidos tentam matar vendedor e acertam no rosto de aposentada de 80 anos em Janduís/RN

Foto: Arquivo Mossoró Hoje
12 Mar
11:39 2018
A+   a-
Da redação
Um ataque a tiros deixou três pessoas (entre elas uma senhora de 80 anos) baleadas na manhã desta segunda-feira, 12, na zona urbana de Janduís, região do Médio Oeste potiguar.

As vítimas foram socorridas, após primeiros socorros no hospital local, para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. 

O Cabo PM Waldir, do destacamento de polícia local, informou ao MOSSORÓ HOJE que não há muitos detalhes sobre o crime até então porque quando a PM chegou no local, as vítimas já tinham socorridas. 

O MOSSORÓ HOJE foi informado que o alvo dos tiros era o vendedor de queijo Damião Teixeira da Silva. A aposentada Geralda, de mais ou menos 80 anos, foi ferida por estilhaços no rosto e Maria da Conceição, no pulmão.

A vítima Damião Teixeira estava bebendo na calçada da residência, quando chegou os atiradores com espingardas calibre 12. Damião correu para dentro da casa das senhoras e no primeiro tiro já o acertou e também baleou as duas mulheres, que, mesmo baleadas, se esconderam no banheiro.

Damião continuou correndo e o atirador atrás. O outro havia ficado na porta da casa. Sofreu outro tiro perto de uma cerca e possivelmente o atirador acreditou que ele estivesse morto e fugiu junto com o comparsa que havia ficado na frente da casa.

Os vizinhos socorreram as duas senhoras para o hospital local e perceberam que Damião Teixeira estava vivo e também o socorreram. Do hospital, os três foram transferidos, as pressas, para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoro.

Damião Teixeira teve o braço esquerdo dilacerado pelo tiro. Já a Senhora Geralda teve ferimenos no rosto pelos fragmentos de bala. Não corre risco de morte. Já Maria da Conceição teve o pulmão perfurado e está em cirurgia.

O MOSSORÓ HOJE conversou com vários moradores de Janduís e todos disseram que Damião Teixeira já sofreu outras tentativas de homicídio. Todos relataram que este ataque pode ter relação com outros que aconteceram na cidade de Janduis.

O caso deve ser investigado pelo delegado regional de Patu, que certamente terá dificuldades para reunir provas materiais (falta de estrutura e pessoal) e testemunhais para elucidar o caso. 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS