MOSSORÓ

"É um drama", diz Rondinelli sobre falta de aulas em escolas municipais de Mossoró

Foto: Cedida
13 Mar
17:02 2018
A+   a-
Da redação
Cerca de 350 crianças seguem sem aulas por conta da falta de estrutura da Unidade de Educação Infantil Maria Caldas, no bairro Sumaré, zona leste de Mossoró. Nesta terça-feira,13, os vereadores Petras Vinícius e Isolda Dantas visitaram à unidade e conversaram com dezenas de pais.

Na Câmara Municipal, o vereador Rondinelle Carlos também falou sobre o assunto e cobrou uma resolução por parte da Prefeitura de Mossoró. “É um drama vivido pelos estudantes do município. Já estamos no dia 13 de março e algumas escolas não iniciaram as aulas. Vamos acompanhar a situação dessas escolas e continuar cobrando à Prefeitura, para que estes alunos tenham o direito à educação assegurado”, reforçou Rondinelli.

O vereador Alex Moacir (MDB), líder da situação, assegurou que os alunos não serão prejudicados com o atraso no início das aulas e que as questões estão sendo resolvidas para o início do ano letivo.

“Todos os problemas burocráticos que envolvem reforma e compra de material demandam tempo, mas estão sendo resolvidos. Os alunos terão calendário especial para a reposição dessas aulas”, assegurou.

Leia mais
Agricultores se recusam a deixar filhos irem para escola que parede dá choque em Mossoró

Pais denunciam falta de aulas em creche devido a obra paralisada em Mossoró

O caso 
Os pais reclamam que a creche está em péssimas condições. O teto está comprometido e uma parte do forro desabou. Foi iniciada uma reforma, mas está paralisada. Eles também relatam que há outros problemas como canos, falta de limpeza e de gás para cozinhar a merenda.

O problema foi denunciado pelo MOSSORÓ HOJE em reportagem publicada na semana passada. No entanto, os alunos seguem sem aulas e sem expectativa para o início do ano letivo.

No dia 9 de março, a reportagem encaminhou questionamentos sobre a situação da creche à Prefeitura de Mossoró, mas não obteve resposta até então.

Essa não é a primeira vez que a creche passa por problemas. No ano passado, os alunos ficaram sem aulas porque o dono do imóvel trancou os portões em protesto pela falta de pagamento do aluguel por parte da Prefeitura de Mossoró.

Outra escola municipal também apresenta problemas que impediram o início do ano letivo. Os alunos da Escola Municipal Genildo Miranda, localizada no Sítio Lajedo, também não iniciaram as aulas em 2018. 

O prédio apresenta infiltrações, as paredes dão choque, entre outros problemas. Na época (21 de fevereiro), o vereador Genilson Alves visitou à escola junto a outros vereadores e conversou com os pais. Em seguida, houve uma reunião  dos vereadores  com representantes da Prefeitura. O órgão deu prazo de 15 dias para resolver o problema, mas até então, não foi resolvido.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS