MOSSORÓ

Buracos fechados com asfalto frio se abrem novamente na Av. João da Escóssia; veja vídeo

08 Mai
11:08 2018
A+   a-
Da redação
Apesar dos alertas e de ser proibido por Lei Municipal, a Prefeitura Municipal de Mossoró insiste em fechar buracos das ruas de Mossoró usando asfalto frio, considerando que este tipo de material sai com as chuvas.

Após reclamações dos moradores do bairro Nova Betância e frequentadores do Partage Shopping, a Prefeitura Municipal fechou um buraco que estava causando acidentes na Avenida João da Escócia usando material asfaltico frio. 

Veja mais
Perigo dos buracos na Avenida João da Escóssia no bairro Nova Betânia


A consequencia é que menos de 30 dias depois, os moradores voltaram a denunciar, novamente, que o buraco estava aberto causando acidentes. O vídeo foi enviado a Redação do MOSSORÓ HOJE pelos moradores do bairro.



Ainda nesta segunda-feira, 7, o MOSSORÓ HOJE acompanhou o trabalho da empresa contratada pela Prefeitura para fechar os buracos das ruas no Centro de Mossoró. Usava o mesmo material frio que havia sido usado na Avenida João da Escócia.

Em função deste trabalho mal feito e com material inadequado, a Prefeitura Municipal de Mossoró está tendo que pagar até 3 vezes pelo mesmo serviço num períoco inferior a 6 meses, o que se caracteríza um desperdições evidente de recursos públicos. 

A mesma experiência desastrosa foi protagonizada pela prefeita Rosalba Ciarlini no início de 2017, em frente ao Sindicato dos Bancários. No local haviam buracos e foram fechados com alfalto frio e no mesmo dia choveu e no outro o buraco estava aberto novamente.

Neste local, o problema foi resolvido. Entretanto, no restante da cidade não. Daí quando começou o inverno de 2018, as ruas ficaram intransitáveis em praticamente todos os bairros de Mossoró. Novamente a Prefeitura vai pagar pelo serviço que fez há pouco tempo.

Moradores do Boa Vista também reclamam da buraqueira nas ruas. Uma moradora relatou que o problema ocorrre no cruzamento da rua Manoel Freire com a Coelho Neto. Moradores chegaram a colocar entulhos nos buracos como forma de sinalizar e evitar acidentes. Além disso, os buracos acabam prejudicando os veículos dos motoristas.

No Bela Vista, nas imediações da Universidade Potiguar, um estudante relata a falta de estrutura da rua Francisco de Assis Almeida, que acaba tornando a circulação de veículos na rua inviável. Ele explica que nesta segunda-feira, 7, pediu um gás de cozinha, mas o entregador acabou atolando no lamaçal. Nem o carro do lixo passa na rua, segundo ele.



O caso já foi levado ao Ministério Público Estadual.
 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS