POLÍTICA

TSE cassa mandato do prefeito Abelardo e a vice Emília do Alto do Rodrigues

23 Mai
06:59 2018
A+   a-
Da redação
O Tribunal Superior Eleitoral cassou, na noite desta terça-feira, 22, o mandato do prefeito Abelardo Rodrigues Filho, do DEM, e a vice-prefeito Emília Patricia Batista de Sousa, do PMDB, do Alto Alto Rodrigues, atendendo pleito da Coligação Juntos Para Vender, liderado pela empresária Jaqueline Medeiros, do PSD, esposa do ex-prefeito e empresário Eider Medeiros.

A informação foi dada de primeira mão pelo jornalista Carlos Santos na noite desta terça-feira, 22, logo após o resultado do julgamento no TSE, em Brasília. Votaram pela casação do mandato, ou seja, pelo provimento do Recurso Especial Eleitoral (RESPE) 14589, o ministro-presidente Luiz Fux, Og Fernandes, Rosa Weber e Henrique Neves.

Votaram a favor do prefeito Abelardo Rodrigues Filhos permanecer o cargo os ministros Gilmar Fernandes, Luciana Lóssio (relatora) e Napoleão Nunes Maia. Eles entenderam que não houve abuso de poder econômico, ao contrário da maioria.

Entrentanto, como os outros quatro ministros entenderam que houve sim abuso de poder econômico, o prefeito Abelardo Rodrigues e a vice-prefeita Emília Patrícia Bastiad e Sousa, se tornaram inelegíveis por oito anos e agora o presidente da Câmara Municipal do Alto do Rodrigues, vereador Nixon Barracho, do DEM (foto à dir.), deve tomar posse no cargo e convocar novas eleições num prazo de 90 dias..

Abelardo Rodrigues havia sido eleito com 5.209 votos, 53,44%. Jaqueline Medeiros havia conquistado 4.508 votos, 46,25%.

Aos cuidados de Abelardo Rodrigues, o município do Alto do Rodrigues regrediu em benefícios e avançou em problemas. Com a instabilidade administrativa que naturalmente vai gerar a partir da decisão judicial, estes problemas vão ser ampliados.

O município vai passar para o comando do presidente da Câmara, que terá noventa dias para convocar novas eleições.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS