POLÍCIA

Empresário que estuprou uma menor brutalmente em Mossoró já está sendo procurado pela Polícia Federal

24 Mai
22:48 2018
A+   a-
Da redação
O empresário Zenilson da Silva Menezes, dono da badalada Churrascaria Fogo e Brasa, através de seu advogado, havia acertado com a delegada Cristiane Magalhães, da Delegacia da Mulher, para se entregar até às 18 horas desta quinta-feira, 24. Entretanto, não acompareceu. Fugiu do distrito da culpa. Diante do quadro, a delegada Cristiane Magalhães enviou a ordem de prisão preventiva com fotografia para todas as forças de segurança, inclusive para a Polícia Federal.

Veja mais
Dia 24 - Justiça decreta prisão preventiva do empresário suspeito de estuprar adolescente

Dia 21 - Delegacia da Mulher investiga suposto estupro sofrido por jovem de 16 anos

Durante entrevista coletiva na noite desta quinta-feira, 24, a delegada Cristiane Magalhães, após contextualizar os fatos, fez um apelo as famílias que têm filhas adolescentes, no sentido de não deixar que elas saiam para locais que não conheçam e tenham segurança. "Você que é mãe, você que que é pai, que tem filha adolescente, pelo Amor de Deus, tenham cuiado com sua filha. Tenham cuidado com suas filhas", aconselha a delegada.

Do caso em si, uma pergunta ficou no ar: se o empresário Zenilson Meneses agiu de forma tão brutal com a menor desta vez, será que outras vítimas?
  
A delegada cofirmou os fatos que o MOSSORO HOJE já havia antecipado, quanto as providências adotadas de exames de corpo delito, de conjunção carnal, que gerou uma série de provas na investigação policial. "Laudo de corpo delito, fotográfias, principalmente a palavra da vítima, deixou a delegada convicta, sem a menor duvida, de que ocorreu estupro de vulnerável e que o autor deste críme bárbaro é o empresário Zenilson Menezes, que está foragido.

A delegada finaliza a entrevista pedindo a população que ajude a prender o empresário Zenilson Menezes, ligando através do 190 ou até para o número da Delegacia da Mulher, no caso o  84 3315 3536. A delegada Critstiane destacou que ligando para a delegacia, para passar informações, não precisa nem se identificar. 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS