MOSSORÓ

Confira em quais postos ainda há combustíveis em Mossoró; greve dos caminhoneiros chega ao 9º dia

Foto: Arquivo
29 Mai
17:49 2018
A+   a-
Da redação
Em Mossoró, motoristas já sentem os efeitos do desabastecimento dos postos de combustíveis. Leitores do MOSSORÓ HOJE informaram, nesta terça-feira, 29, que já há postos sem gasolina, álcool e diesel. Dezenas de municípios do interior estão em combustíveis.

Situação de alguns dos postos de Mossoró:

POSTO JP - FALTA APENAS ETANOL

POSTO IPIRANGA, NO ABOLIÇÃO 4 - SÓ TEM ETANOL

POSTO DE CEGUINHO, NO ALTO DE SÃO MANOEL - SEM GASOLINA

POSTO SÃO MIGUEL, NA R. FELIPE CAMARÃO - SEM GASOLINA

POSTO IPIRANGA, NA ENTRADA PARA O HRTM - SEM GASOLINA

POSTO IPIRANGA, ILHA DE SANTA LUZIA - SEM GASOLINA

POSTO DA LESTE OESTE - SEM GASOLINA E SEM ETANOL

POSTO LAGO AZUL, NOVA BETÂNIA - SEM GASOLINA

POSTO VITÓRIA, NO VINGT ROSADO - SEM GASOLINA

POSTO IMPERIAL - SEM DIESEL (S10)

POSTO FAN, NO ENTRONCAMENTO DO SUP. REBOUÇAS - FALTA ETANOL

Desabastecimento 
O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo (Sindipostos) informou ao G1/RN, que apenas 12% do combustível esperado para os últimos seis meses chegou aos postos da região metropolitana da capital.

O abastecimento de combustível do RN é feito a partir da refinaria Clara Camarão, em Guamaré, para onde escoa toda a produção de campos marítimos e terrestres do Estado.

O setor de alimentos também registra desabastecimento em vários municípios potiguares. Em Mossoró, consumidores registram, principalmente, falta de hortifruti.

Rodovias bloqueadas
Atualmente, estão bloqueadas as seguintes rodovias: BR-101, em Parnamirim, Touros, São José Mipibu; BR-110, em Areia Branca; BR-226, em Santa Cruz e Jucurutu; BR-304, em Mossoró, Assu e Caiçara do Rio Vento; BR-405, em Apodi e BR-247, em Caicó.

Cinco rodovias estaduais também registram paralisação. São elas: RN-016, em Assu; RN-015, em Baraúna; RN-086, em Parelhas; RN-092, em Japi; RN-093, em Passa e Fica.

Greve dos caminhoneiros
Nesta terça-feira, 29, a greve dos caminhoneiros chega ao 9º dia. O país já sofre com o desabastecimento no setor de alimentos e de combustíveis, inclusive, para aeroportos. O protesto dos caminhoneiros é contra o aumento dos preços dos combustíveis.

Hoje um comboio de 16 caminhões do Ceará, escoltados pela PRF e Exército, chegou ao Rio Grande do Norte para abastecer na refinaria Clara Camarão, em Guamaré.

Proposta de Temer
No domingo, 27, o presidente Michel Temer apresentou a seguinte proposta aos caminhoneiros: reduzir em R$ 0,46 o litro do diesel e congelar o reajuste por 60 dias. Em seguida, o valor do combustível só poderia ser aumentado de 30 em 30 dias. O acordo foi feito com supostos representantes dos caminhoneiros. Mas, no dia seguinte, na segunda, os motoristas continuaram interditando parcialmente as rodovias federais do país e segue até esta terça.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS