ESTADO

"Muita gente me incentivou a fechar a UERN e a demitir 20 mil servidores", revela Robinson Faria

Foto: Cezar Alves
14 Jun
10:15 2018
A+   a-
Da redação
O governador Robinson Faria concedeu entrevista ao MOSSORÓ HOJE na sala da diretoria do Aeroporto Dix-Sept Rosado, em Mossoró, durante a solenidade de reinauguração do aeroporto nesta quarta-feira, 13, com o primiero voo da Azul Linhas Aéreas. Os primeiros passageiros foram recebidos com banda de música e até apresentação de quadrilhas, além de muitos curiosos e a classe política potiguar.

Além do jornalista Cézar Alves, também participou da entrevista o jornalista Saulo Vale, da Rádio Rural.

Na entrevista, Robinson revelou que recebeu conselhos para privatizar a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e a demitir 20 mil servidores. Garantiu que jamais faria isso. Prometeu também que colocará a folha do funcionalismo em dia em no máximo 60 dias. "Só que essa mão aqui é uma mão do bem, e essa mão aqui não vai assinar demissão de pai de família", afirmou.

Robinson Faria começou a entrevista explicando que quando assumiu o governo enfrentou duas grandes crises, uma gerada pela questão política nacional e a crise econômica internacional e a outra foi à retração dos investimentos da Petrobras no RN.

O governador afirmou que pegou o RN na UTI e teve que tirar primeiro o Estado desta condição para depois começar a governar:



Ainda sobre a crise, o governador disse: “Eu lhe digo com toda honestidade. Eu fui quem derrubei a crise”, disse Robinson Faria, passando a listar as obras que realiza no RN:

 

O governador assegurou que a retomada dos voos no Aeroporto Dix-Sept Rosado, em Mossoró, iria fomentar o crescimento econômico da região de Mossoró:



Robinson Faria reafirmou que outros voos virão para Mossoró e que não tem dúvidas de que o funcionamento do aeroporto vai mudar a geografia econômica da região:



Entre os segmentos que vão gerar mais empregos em função da retomada dos voos comerciais em Mossoró é o turismo de eventos, no litoral na região Serrana. Robinson Faria afirmou que a AeC vai abrir 400 novas vagas de trabalho com o início dos voos:



Robinson Faria afirmou que tinha e tem um sentimento muito forte de gratidão com a Mossoró. Lembra que já fez muito por Mossoró, citando a saúde e a segurança:



Sobre colocar em dia a folha de pagamento dos servidores do Estado, o governador Robinson Faria disse que falta muito pouco. Segundo ele, apenas 3% para atingir o limite prudencial e colocar a folha em dia:



Assegura que em 60 dias coloca a folha em dia. Explica como:



Sobre a privatização da UERN, que o Governo recebeu sugestões neste sentido, o Governador Robinson Faria disse que enquanto for governador, a UERN vai continuar sendo do povo de Mossoró, a UERN vai pertencer ao povo do Rio Grande do Norte. “Queriam que eu demitisse pais de família, efetivos, para botar a folha em dia. Só que esta mão aqui, olhe, é a mão do bem, essa mão do bem não vai assinar demissão de pai de família":



Robinson Faria diz que seu governo fez muitos investimentos na área de segurança, educação e abastecimento em Mossoró. Destacou que tem um carinho muito grande com a cidade de Mossoró:

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS