MOSSORÓ

XVI Seminário Literário promove conhecimento através das artes com o tema "África"

Foto: Divulgação
18 Jun
17:26 2018
A+   a-
Da redação
Música, Teatro, Dança e Literatura: as artes estarão reunidas dentro da XVI Seminário Literário do Colégio Mater Christi, evento realizado anualmente pelo Colégio e que envolve alunos (as) da Educação Infantil, do Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II e da 1ª e 2ª séries do Ensino Médio, além de professores e toda a equipe Mater Christi.

Esse ano o Seminário Literário África Terra Mater terá como tema central de projetos: “Cultura Afro-brasileira: da colonização aos dias atuais”. O lançamento desta edição do seminário será no dia 30 de junho com o cortejo literário às 8h, saindo da Praça dos Esportes em direção ao Mater Christi.

Já no período de 02 a 06 de julho de 2018, haverá apresentações elaboradas pelos alunos por turmas, no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado.

O desafio para o corpo de alunos dentro do Seminário Literário é a partir do tema proposto, as turmas conseguirem realizar atividades que unem as diferentes artes na realização de peças teatrais, recitais e painéis expositivos.

As senhas de acesso aos espetáculos estarão à venda ao preço de R$ 20,00 (Parte I ou II de cada dia) ou R$ 30,00 casadinha (Partes I e II).
 
Arte inspirada na África na palma da mão

A Imprensa e algumas autoridades recebem esta semana um kit com o material de divulgação do XVI Seminário Literário e que traz um mimo de lembrança: uma pequena africana feita de biscuit, elaborada pelas mãos da telentosa artesã Francisca Fernandes.

Dona Francisca se orgulha de ser uma cidadã mossoroense com título entregue na Câmara Municipal. Conta que sem ler e escrever, conseguiu mudar a própria vida aos 55 anos, quando decidiu trabalhar com biscuit.

Seu trabalho com biscuit já ganhou projeção para além das fronteiras do Estado do RN, sua história ganhou capítulo de livro sobre empreendedorismo pelo SEBRAE e ela já esteve até com famosos Ana Maria Braga e foi tema Globo Repórter ambos na Globo, mostrando o seu trabalho com biscuit.

Hoje suas produções promovem uma renda que envolve toda a família, para dar conta dos pedidos, mas que segundo ela, vem diminuindo bastante nos últimos anos. Para driblar isso, ela usa muito a criatividade, faz peças sob encomenda ao gosto dos clientes e pesquisa personagens que estejam em evidência, incluindo, por exemplo super-heróis e artistas famosos.

Atualmente dona Francisca que faz parte de um grupo unido de artesãos locais, gostaria de que houvessem mais espaços, feiras e locais onde o trabalho dela e de outros pudessem ser mostrados.

O pedido do Colégio Mater Christi para dona Francisca objetivou, além de valorizar a sua arte amplamente reconhecida dentro e fora do RN, unir e ofertar de forma especial no material de divulgação do XVI Seminário Literário, uma boneca de biscuit que represente a cultura e a exuberância da África.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS