POLÍCIA

Ataque deixa um jovem morto e o irmão baleado no Belo Horizonte, em Mossoró

06 Jul
20:00 2018
A+   a-
Da redação
"Meu povo, tá eu e dois médicos. Tem muita gente no estar médio. Gente espalhado por todo canto. Fale com alguém aí da gestão. Mande o policiamento para cá. É coisa séria. É sério. Tava tudo ok. De novo vai ter invasão. Até o paciente tá cheio de bala na região dorsal saiu correndo da estabilização. Me ajude, mande reforço para cá, por favor. Ninguém tem condições de atender. Tá todo mundo abalado. Tá os três médicos aqui escondido.."

A narrativa acima, em tom de desespero e pânico, é de uma servidora da UPA/BH, zona sul de Mossoró, para onde foi socorrido o servente de pedreiro Francisco Barbosa de Paiva, de 36 anos, baleado na Praça Vilma de Faria, no mesmo bairro.

No local, o irmão do baleado Francisco Barbosa, José Barbosa de Paiva, de 20 anos, foi assassinado. Esta ocorrência aconteceu quase ao mesmo tempo de outra no Alto São Manoel, que deixou morto o músico Leandro Holanda, da Banda Inala

Veja mais
Tecladista da Banda Inala é morto por assaltantes no Grande Alto São Manoel


A Polícia Militar estava concentrando forças para localizar os latrocidas no Alto São Manoel, quando foi acionada para atender a ocorrência no Bairro Belo Horizonte. Ao chegar ao local, já encontraram uma vítima em óbito e a outra havia sido socorrida para a UPA do BH, onde surgiu o comentário de que a unidade de saúde seria invadida pelos assassinso para terminar de matar o jovem baleado, deixando os servidores em desespero.

A narrativa da servidoras da UPA no início deste texto retrata bem o quadro que vive os profissionais de saúde em Mossoró em função da violência, em especial da falta de atenção da Guarda Municipal do município. Médicos está se recusando a trabalhar na Unidade de Saúde do Santa Delmira depois que foram assaltados e ameaçados de morte. Escolas estaduais e municipais são alvos constantes de assaltantes.

O jovem sobrevivente no ataque na Praça Vilma de Faria foi transferido da UPA do BH pelo SAMU para o Hospital Regional Tarcísio Maia. 

Esta é a terceira ocorrência de Conduta Violenta Legal e Intencional só nesta sexta-feira, 6, em Mossoró.

Veja mais
Ex presidiário é morto no bairro Boa Vista, em Mossoró-RN


O jovem da Praça Vilma de Faria é oitava Conduta Violenta Letal só nestes primeiros seis dias de julho. 133 CVLis só neste ano de 2018.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS