POLÍTICA

Tião Couto anuncia retirada de sua pré-candidatura a deputado federal

07 Jul
12:48 2018
A+   a-
Da redação
Em pronunciamento feito durante o encontro regional do PR realizado neste sábado, em Natal, o pré-candidato a deputado federal pela sigla, Tião Couto, anunciou a retirada de sua pré-candidatura, informando que a partir de agora seu foco principal é o apoio a Jorge do Rosário, pré-candidato a deputado estadual.

Tião explicou que duas razões motivaram a sua desistência. A primeira delas é que não se sente vocacionado a ir em busca de um mandato legislativo, reconhecendo que suas aptidões estão mais voltadas para o exercício de um mandato executivo, razão pela qual não se imagina em Brasília por quatro anos como legislador.

A segunda e mais forte razão da retirada de pré-candidatura, segundo Tião, é que o cenário político que se formou em torno das candidaturas majoritárias ao governo é decepcionante. “São os mesmos grupos, as mesmas famílias e pessoas que há muitos anos são os grandes responsáveis pela calamidade que o Rio Grande do Norte vive hoje e agora querem se apresentar como solução para os problemas que eles criaram”, disse Tião Couto.

Em seu discurso, Tião explicou que até tentou ao longo dos últimos meses construir com outras pessoas que pensam com seriedade o RN, um projeto diferente, mas se decepcionou com a prevalência dos projetos pessoais e de poder. E que ele não está atrás de cargos e nem de poder, sendo assim, não será candidato apenas por ser.

“Saio dessa disputa de 2018, mas não me afasto da ideia de construir novos horizontes políticos no RN, aprendi que não se faz a boa política apenas sendo candidato, há outros caminhos para contribuir com as mudanças que desejamos”, esclareceu.  

Tião acrescentou que nesse momento seu esforço será para ajudar Jorge do Rosário a se eleger deputado estadual: “Jorge tem vocação para o Legislativo e por isso vai representar as novas ideias nesta eleição e eu vou ajudá-lo em Mossoró, andando em todos os cantos da cidade fazendo o mesmo discurso que fizemos há dois anos atrás quando mostramos que era possível fazer política com ética e sem corrupção”.

Sobre as eleições de governador e senador, Tião disse que não tem coragem de ir para as ruas pedir votos a nenhum desses que estão postos, deixando com seu partido a tarefa de conduzir as alianças, porém, deixou claro que ele se envolverá apenas com a campanha de Jorge.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS