GERAL

Nicolelis, sobre corte na Capes: "Está em curso o processo que pode representar a última pá de cal da ciência brasileira"

Foto: Divulgação
03 Ago
10:54 2018
A+   a-
Da redação
O pesquisador Miguel Nicolelis, considerado um dos vinte maiores cientistas em sua área no começo da década passada pela revista de divulgação para leigos "Scientific American".e pela Revista Época como um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009, se manifestou sobre a ameaça de corte de 200 mil bolsas em 2019 da Coordenação de A|perfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Para ele, "Está em curso o processo que pode representar a última pá de cal da ciência brasileira.

O cientista, que atuou no RN, com projetos voltados aos estudos avançados em neurociências, sempre se colocou como crítico das ações dos atuais integrantes do governo. Em entrevista em abril, ele disse que os efeitos do impeachment foram “uma tsunami política que tem um objetivo muito claro: remover qualquer traço de potencial soberania do Brasil, eliminar o Brasil do cenário geopolítico mundial como uma voz dissidente nas Américas e sabotar os Brics”.  

Para ele, a situação atual é muito pior do que a vivida nos idos de 1964: agora o golpe “carrega dentro dele a semente da destruição, a obliteração total de qualquer vestígio de soberania brasileira”.

Na quarta-feira passada, o presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Abilio Baeta Neves, enviou um ofício ao ministro da Educação, Rossieli Soares, informando que, caso não haja mudanças no orçamento para 2019, o órgão terá que suspender o pagamento, a partir de agosto do próximo ano, de quase 200 mil bolsas de estudo e pesquisa.

Na carta, Abilio Baeta Neves afirma que "foi repassado à Capes um teto limitando seu orçamento para 2019 que representa um corte significativo em relação ao próprio orçamento de 2018". O texto diz que, se o teto for mantido, "os impactos serão graves para os Programas de Fomento da Agência".

"Se nada mudar no orçamento do MEC de 2019, jovens cientistas brasileiros ñ terão bolsas de estudos da CAPES a partir de agosto de 2019! O Dia do Juízo Final da Ciência Brasileira foi marcado!", ressalta Nicolelis.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS