POLÍCIA

Condenado a 3 meses e 10 dias por ter matado "Meu Amigo" em 2016 é morto a tiros em Mossoró

Foto: Passando na Hora
06 Ago
14:29 2018
A+   a-
Da redação
Condenado há 3 meses e 10 dias de prisão por ter matado Paulo Roberto das Neves, à pauladas, em janeiro 2016, o vendedor ambulante Manoel Batista de Lima Filho, de 31 anos, foi assassinado a tiros de pistola .40 quando jogava bola com amigos na quadra de esportes do Caic do Bairro Belo Horizonte, zona sul de Mossoró-RN.

A Policia Milita já foi acionada ao local através do 190, junto com a Policia Civil e a equipe do Instituto Técnico-científico de Perícia (ITEP), a quem compete periciar o local e remover o corpo para exames na sede do órgão.

O sargento PM Rivelino apurou no local que o crime de homicidio foi praticado por dois homens numa motocicleta, que chegaram e pegaram a vítima de surpresa. O perito Renildo Marcelino observou que a vítima foi baleada quatro vezes  por uma pistola .40.

Os policiais civis, de forma reservada, ouviram possíveis testemunhas no local, que estavam jogando bola com a vítima. Extra-oficial, informaram ao MOSSORO HOJE, que a vítima é natural de Umarizal e respondia por homicídio. O MOSSORÓ HOJE apurou os fatos.

Manoel Batista, o Brabinho, como é conhecido, matou a pauladas, motivado por inveja, Paulo Roberto das Neves, conhecido por "Meu Amigo", que trabalhava vendendo desinfetante no Centro de Mossoró e com o que ganhava comprava comida e cigarros para os moradores de rua, igual a ele.


Veja narrativa do Ministério Público Estadual.

"Na madrugada de 29 de janeiro de 2016, por volta das 03h, na avenida Alberto Maranhão, bairro Alto da Conceição, Mossoró-RN, o denunciado MANOEL BATISTA DE LIMA FILHO, conhecido como "Manuça", "Brabinho" ou "Godolha", agindo com animus necandi e em comunhão de desígnios com a pessoa identificada apenas por EGUINALDO, conhecido como "Muriçoca" ou "Galego", por motivo torpe e mediante recurso que dificultou as chances de defesa da vítima, através de meio cruel, consistente em pauladas, matou PAULO ROBERTO DAS NEVES, conhecido por "Meu Amigo". Em seguida, ainda nas imediações do local do ocorrido, visando garantir a impunidade do crime, o denunciado ameaçou por meio de palavras sua companheira MARIA DO CARMO DA SILVA de causar-lhe mal injusto e grave, caso ela contasse o que sabia sobre o que sabia sobre o delito, ocasião em que ainda a agrediu com um golpe, atigindo-a no braço, provocando lesão descrita na ficha de atendimento medico de fls.16."


Brabinho terminou preso e processado pelo homicidio. Levado a julgamento popular no dia 15 de fevereiro de 2017 (veja mais AQUI) restou condenado a uma pena de 3 meses e 10 dias de prisão. Como já estava preso havia mais ou menos um ano, teve a prisão revogado e ficou em liberdade.

O local do crime
O assassinato aconteceu dentro do que deveria funcionar o Centro de Atenção Integral de Apoio a Criança e o Adolescente (CAIC), do bairro Belo Horizonte, zona sul de Mossoró-RN. A instituição está totalmente abandonada, servindo apenas para consumo de drogas.

A vítima e os amigos estavam jogando bola na quadra do Caic quando foi surpreendido e morto.


 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS