POLÍCIA

Atiradores fingindo ser policiais matam ex-presidiário durante a madrugada em Mossoró

10 Ago
06:31 2018
A+   a-
Da redação
Cerca de dez homens bem armados e se passando por policiais invadiram uma residência no bairro Planalto 13 de Maio (Papoco), durante a madrugada, em Mossoró, arrancaram a força o ex presidiário Leonardo Ferreira da Silva, de 20 anos, e o executaram com vários tiros em via pública.

Os primeiros relatos apontam que a vítima estava dormindo na casa dos pais com a esposa quando chegaram os homens armados chamando, dizendo que era policia, no início da madrugada. Quando o dono da casa abriu a porta, os atiradores já havia cercado tudo e invadiram.

Leonardo ainda tentou se esconder dentro do quarto, foi retirado a força e jogado no meio da rua, onde teve a cabeça estourada com um tiro de doze, como se os assassinos quisessem marcar território, cometendo o assassinato. Os vizinhos nada fizeram e nem disseram.

Os profissionais do Instituto Técnico-científico de Perícia (ITEP) disseram que encontraram no local várias capsulas de espingarda calibre 12, pistola e até de revolver calibre 38 (informação de O Câmera). O corpo foi removido para exames na sede do ITEP.

Os familiares confirmaram aos policiais que estiveram no local do crime que Leonardo havia saído da prisão no início de 2018. Cumpriu pena por assalto. Fora da prisão, os policiais suspeitam que ele teria assumido o tráfico de drogas na região do Papoco e que isto teria sido o motivo do crime.

Outra história apurada pelos policiais no local é que o irmão de Leonardo teria sido assassinado, em 2012, e seu corpo jogado nas margens da BR 110, trecho entre Mossoró e Upanema. A motivação deste crime também teria sido a disputa pelo tráfico.

Há poucos dias (dia 8 de julho de 2018), o adolescente Bruno Natanael Brito da Silva, de 15 anos, teria sido morto no mesmo local. A informação é que este crime foi engano. Os assassinos na verdade estavam procurando Leonardo Ferreira.

Veja mais
Adolescente é morto a tiros na Alameda dos Cajueiros, em Mossoró


 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS