NACIONAL

"Resultado de negligência de anos anteriores", diz ministro sobre incêndio no Museu Nacional

Foto: Tânia Rego/Agência Brasil
03 Set
08:28 2018
A+   a-
Da redação
Em entrevista a Globo News na noite deste domingo (2), o ministro da Cultura Sérgio Sá Leitão declarou que o incêndio que afetou o Museu Nacional do Rio Janeiro aconteceu por negligência das gestões anteriores. A declaração do ministro gerou polêmica.

"Isso que aconteceu aí é resultado, de fato, de negligência em anos anteriores, espero que isso sirva de alerta para que não se repita em outros museus, em outras instituições", afirmou.

Ao ser questionado pelo repórter a respeito da negligência do governo atual, o ministro ficou irritado. Porém informou que conversou ainda ontem com o presidente Michel Temer (MDB) e que a reforma no Museu começa ainda nesta segunda-feira.

Cerca de 20 milhões de itens históricos foram destruídos durante incêndio na noite de ontem. O Museu é um dos maiores da América Latina. Lá estavam guardadas obras importantes como o mais antigo fóssil humano já encontrado no país, batizada de "Luzia", pode ser apreciado na coleção de Antropologia Biológica.

O Museu Nacional integra o  Fórum de Ciência e Cultura da Universidade Federal do Rio de Janeiro e passou nos últimos anos por diversas dificuldades, principalmente com relação ao corte de verbas. 

Criado por D. João VI, em 06 de junho de 1818 e inicialmente, sediado no Campo de Sant'Ana, serviu para atender aos interesses de promoção do progresso cultural e econômico do país.

Como museu universitário, tem perfil acadêmico e científico. Suas exposições resultam da história da instituição e da excelência de suas atividades de pesquisa e ensino, cumprindo a finalidade precípua de produção e disseminação do conhecimento nas áreas de ciências naturais e antropológicas.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS