NACIONAL

Após facada, Bolsonaro passa por cirurgia; veja vídeo do ataque ocorrido em Minas Gerais

06 Set
16:36 2018
A+   a-
Da redação
O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, foi atingido por uma facada na tarde desta quinta-feira (06) quando era carregado por apoiadores durante ato político em Juiz de Fora, Minas Gerais. Segundo o jornal O Globo, a facada atingiu o fígado, e o deputado passa por cirurgia na Santa Casa de Misericórdia.

O candidato passou por procedimento com uma equipe de 10 médicos na Santa Casa de Juiz de Fora.

Bolsonaro estava sendo carregado por apoiadores quando fez uma expressão de dor e foi retirado do local. O Globo presenciou o momento em que o candidato foi atingido. A priori o ferimento foi tratado como superficial.

Pelo Twitter, o deputado estadual Flávio Bolsonaro, filho do presidenciável, disse que o pai chegou ao hospital "com pressão 10/3, quase morto" e que o ferimento "infelizmente foi mais grave do que esperávamos".

Veja vídeo do exato momento do ataque sofrido pelo presidenciável: 



Suspeito de desferir facada em Bolsonaro é preso

Minutos após Bolsonaro ter sofrido uma facada durante ato político nesta quinta-feira (06), um suspeito foi detido. Ele foi identificado como: Adélio Bispo de Oliveira. O Globo apurou que o suspeito mora em Montes Claros (MG) e é desempregado. Em suas redes sociais, Adélio faz duras críticas a Bolsonaro. "Dá nojo de ouvir que (sic) dizer que a didatura deveria ter matado pelo menos uns 30 mil comunistas", escreveu ele em um post recente.


O suspeito de envolvimento com o ataque foi detido.

PF instaura inquérito para apurar ataque contra Bolsonaro

A Polícia Federal (PF) instaurou inquérito para apurar o ataque contra o candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro, ferido durante um ato de campanha, na tarde de hoje (6), em Juiz de Fora (MG).

Em nota, a PF confirmou que o homem suspeito de ter esfaqueado o candidato, Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, foi detido por populares e seguranças e conduzido por policiais federais para a Delegacia da Polícia Federal em Juiz de Fora (MG), onde está prestando depoimento. Antes de ser retirado do local, o suspeito chegou a apanhar de pessoas que acompanhavam o evento.

Bolsonaro era carregado por populares quando foi atingido por um objeto perfurante. Além de seguranças particulares, o candidato era escoltado por policiais federais que o levaram para o Hospital Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora.

Temer: atentado contra Bolsonaro é exemplo de intolerância em campanha

O presidente Michel Temer se manifestou a respeito do atentado contra o candidato do PSL à presidência da República, Jair Bolsonaro, que levou uma facada na tarde desta quinta-feira (6), durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG). Para Temer, o episódio serve de exemplo para aqueles que pregam a intolerância em suas campanhas.

“Se Deus quiser, o candidato Bolsonaro passará bem. Tenho certeza que não haverá nada mais grave, esperamos. Mas que sirva de exemplo para que as pessoas que hoje estão fazendo campanha percebam que a tolerância é uma derivação da própria democracia”, disse Temer em evento realizado na tarde de hoje (6), no Palácio do Planalto.

O presidente disse ainda que entrou em contato com a assessoria do candidato e confirmou que a Polícia Federal está investigando o caso. Ele comentou ainda ser “intolerável que não haja possibilidade de uma campanha tranquila” no Brasil.

“É intolerável que não haja possibilidade de uma campanha tranquila. E uma campanha que umas pessoas apresentem seus projetos. Votar em candidato é coisa de cultura atrasada, você tem que votar em projetos. E para votar em projeto, o candidato precisa circular pelo país”.

Escolta

Em nota, a Polícia Federal informou que, durante a agressão, Bolsonaro era escoltado por policiais federais e que o agressor foi preso em flagrante.

“A Polícia Federal informa que o candidato à Presidência da República, Jair Messias Bolsonaro, contava com a escolta de policiais federais quando foi atingido por uma faca durante um ato público na cidade de Juiz de Fora/MG. O agressor foi preso em flagrante e conduzido para a Delegacia da PF naquele município. Foi instaurado inquérito policial para apurar as circunstâncias do fato”.

Com informações Agência Brasil e Agência de Notícias O Globo

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS