POLÍCIA

Júri absolve acusado de ajudar a matar operador de máquinas e balear a esposa dele

Foto: Francileno Góis /Cedida TCM
27 Set
10:54 2018
A+   a-
Da redação
O Tribunal do Júri Popular absolveu o réu Luan Victor da Silva Oliveira, da acusação de ajudar em um crime de homicídio e uma tentativa de homicídio, ocorridos no dia 3 de dezembro de 2017, no bairro Bom Jesus, em Mossoró. O julgamento aconteceu na manhã desta quinta-feira (27), no Fórum Desembargador Silveira Martins.

Após explanações do promotor Ítalo Moreira Martins e do advogado Nelito Lima Ferreira Neto, o Conselho de Sentença se reuniu e decidiu por inocentar o réu dos dois crimes. 

Luan Victor era acusado de ajudar Márcio Leomar, o Marcinho "Oreia", a matar o operador de máquinas Daniel Carlos da Silva, de 38 anos, e na mesma ocasião, atirar na esposa dele, Érica Carolina Damasceno de Oliveira.

O ataque a tiros aconteceu por volta das 6h do dia 3 de dezembro na Rua Manoel Balbino, no Bom Jesus. No carro, haviam mais duas pessoas, que felizmente, não foram atingidas. Daniel morreu no local e Érica foi levada para o hospital.

Conforme o processo, Luan Victor teria levado o atirador Marcinho "Oreia" até o local, esperado ele efetuar os disparos contra as vítimas e dado fuga em uma motocicleta.

Marcinho "Oreia" é acusado de vários outros homicídios. Em janeiro de 2017, ele foi julgado e inocentado de um dos crimes.

Leia mais
Marcinho "Oreia" é absolvido do assassinato do adolescente Marcos Arthur, ocorrido em 2016


 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS