POLÍCIA

Cliente e ex-funcionário denunciam suposto esquema de fraudes em empresa de consórcios em Mossoró

Foto: Cezar Alves
03 Out
09:08 2018
A+   a-
Da redação
No dia 13 de agosto deste ano, a auxiliar de assistência social Francisca Cosma e seu esposo Gilberto procuraram a empresa Multimarcas Consórcios, em Mossoró, no intuito de financiar a compra de um caminhão, no valor aproximado de R$ 200 mil. O casal conheceu a empresa através de um anúncio no site OLX e nem imaginava a tamanha dor de cabeça que teria a partir dali.

Cosma e seu esposo foram até a sede da empresa, no bairro Nova Betânia, e após conhecer como funcionaria tiveram o consórcio autorizado. Eles deram uma entrada de R$ 9.545 para receber, em seguida os R$ 200 mil, que seriam usados na compra do caminhão.

A auxiliar explica que no dia 15 de agosto tiveram o financiamento aprovado e a gerência da empresa informou que no dia 22 de agosto teriam o dinheiro depositado em sua conta. No entanto, isto não aconteceu até hoje. O financiamento foi parcelado em cerca de 220 parcelas de R$ 1.300,00 com a promessa de juros baixos.

Francisca Cosma relata que procurou por diversas vezes a empresa questionando o por que do não recebimento do valor e até então não obteve resposta. Assim, foi até a Delegacia de Defraudações e registrou um boletim de ocorrência.O delegado José Vieira confirmou o registro do Boletim de Ocorrência.



“Aí a gente ligou para a empresa e disseram que a gente só ia receber em 2034 se a gente desistisse, 20% do que a gente pagou e depois ela ainda tentou enganar meu esposo outra vez quando a gente foi lá ela queria que ele assinasse uma carta de cancelamento que a gente ia ter que pagar R$ 1.800,00”, relatou Francisca Cosma.

A empresa Multimarcas Consórcios também é alvo de denúncia por parte de um ex-funcionário, que ficou por meses sem receber o salário. Adonai Góis disse que saiu do emprego há alguns meses após descobrir a suposta enganação por parte da gerente da empresa. Segundo ele, os próprios vendedores eram enganados.



“Os vendedores lá não têm acesso ao sistema, só tem acesso as informações que ela passa para o vendedor, como ela é a dona da empresa a gente acredita que a dona não ia passar informação incorreta, não era para passar”, relatou Adonai que também registrou boletim de ocorrência e abriu processo na Justiça do Trabalho.

Somente após denunciam o caso na Delegacia, é que as duas vítimas tomaram conhecimento de que já haviam denúncias semelhantes na cidade. Cerca de sete pessoas teriam sofrido o mesmo golpe, que também estão procurando, através de advogados acionar a Justiça e também a Polícia.

Em contato com o MOSSORÓ HOJE, o delegado José Vieira, titular da Defraudações, informou que há um procedimento aberto na delegacia para apurar o caso – o que deve ser feito em breve pela quantidade de pessoas denunciantes.

A reportagem também entrou em contato com a gerente da empresa Erica Fernanda, por meio do telefone que a cliente repassou. A ligação não foi atendida até a publicação deste conteúdo. O espaço, claro, está aberto, para ouvi-la, caso deseje.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS