POLÍTICA

[OPINIÃO] Quem são os eleitores da candidata acusada de desvios e cercada de corruptos condenados

03 Out
21:05 2018
A+   a-
Da redação
Os institutos de pesquisas apontam que Larissa Rosado, de Mossoró, está entre os deputados estaduais praticamente reeleitos no RN.

Estando os institutos certos, os eleitores vão está reelegendo uma acusada de corrupção e apoiada pela praga do século: os corruptos.

A mãe de Larissa, Sandra, é condenada a 9 anos e 2 meses de prisão, pela Justiça Federal, por desvios da saúde. Aguarda outras sentenças.

O pai de Larissa, Laire, cumpri 9 anos e 6 meses de prisão com tornozeleira por desvios de saúde. Aguarda outras sentenças.

Larissa tem como principal apoio a sua reeleição, a prefeita Rosalba, que é processada por desvios de R$ 11,9 milhões da saúde em Mossoró.

O segundo apoio mais importante de Larissa vem dos Alves, de Henrique Alves, que está em prisão domiciliar por ordem dos juízes da Lava Jato.

A própria Larissa aguarda sentença da Justiça Federal por desvios de mais de R$ 3 milhões da saúde. Os pais e amigos dela também estão neste processo.

Mas como se explica Larissa está praticamente reeleita se existem vários bons candidatos e com os nomes limpos concorrendo o pleito?

Alguns explicam que ela está reeleita graças aos terceirizados e comissionados da Prefeitura de Mossoró, que estariam sendo pressionados a votar nela e no Beto.

Inclusive, Rosalba contratou, sem licitação, por quase R$ 2 milhões, a empresa Tróia, de Fortaleza, para “serviços terceirizados”, só durante a campanha.

Esta Tróia nunca prestou serviços públicos em lugar algum e existe apenas de fachada. Este contrato ilegal foi denunciado na Câmara e no MP/RN.

Em se confirmando a reeleição de Larissa, nesta hipótese, o terceirizado vai ter trocado seu voto pelo emprego, o que também é corrupção.

#Elanão

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS