POLÍTICA

Justiça Eleitoral recomenda que eleitor leve "cola" para urna de votação

Foto: Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom
04 Out
09:09 2018
A+   a-
Da redação
O chefe do 33º Cartório Eleitoral de Mossoró, Luiz Sérgio, em entrevista ao radialista Carlos Cavalcante, na Rádio Difusora, na manhã desta quinta-feira, 4, pede paciência aos eleitores nos locais de votação. Recomenda que leve "cola" com os números dos seis candidatos que pretende votar e lembra que é proibido levar o celular até a urna eletrônica.
 
No Rio Grande do Norte são mais de 2,3 milhões de eleitores. Em Mossoró, são 174 mil hábitos a votarem. Luiz Sérgio lembra ainda que não é permitido aglomerações nos locais de votação, mas que o eleitor pode ir com a camiseta que desejar. Também não é permitido manifestação com carro de som. “O dia da eleição é um dia de silêncio nas ruas”, destaca.
 
O funcionamento da Justiça Eleitoral no dia da eleição, na parte administrativa será no Fórum Eleitoral, que fica no abolição II, em frente a Igreja Católica do bairro. Já a base de apoio das forças de seguranças, será no Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins. Caso aconteça de alguém ser preso, este será levado para a Delegacia da Polícia Federal.
 
No caso de haver prisões de grande número de pessoas, o que espera que não aconteça, Luiz Sérgio disse que possivelmente será pensado o uso do Ginásio Pedro Ciarlini. A princípio, esta estrutura não será usada para este fim. Os promotores de Justiça que vão atuar na fiscalização do pleito apoiado, inclusive pelo Exército, vão ter como base o Fórum Municipal.
 
Luiz Sérgio falou que o eleitor precisa ter paciência no dia da eleição. Ele explica que possivelmente as filas fiquem grandes logo cedo, pois a tendência é o eleitor demorar mais de um minuto para digitar os números dos seis candidatos. Inclusive, prevê o final da votação somente após as 18 horas. Para agilizar o processo, pede que levem a “cola”.
 
Esta “cola”, no entanto, não pode ser levada no celular. Não pode levar o celular para a urna de votação. Em desrespeitando esta proibição, o eleitor pode até ser conduzido preso.
 
Caso o eleitor tenha dúvida do local que vai votar, basta ligar no número 0800 084 5464 e informar os dados que constam no Título de Eleitor.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS