POLÍCIA

Júri Popular condena réu por esfaquear mulher durante discussão em Mossoró

09 Out
10:39 2018
A+   a-
Da redação
O Tribunal do Júri Popular condenou o réu João Bosco Balbino da Silva, a 3 anos de pena no regime aberto, pelo crime de tentativa de homicídio privilegiada, crime este praticado no dia 4 de julho de 2014, no bar da Eliane, no bairro Planalto Treze de Maio, em Mossoró. O julgamento aconteceu nesta terça-feira (09), no Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins.

O júri foi presidido pelo juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros. O Ministério Público foi representado pelo promotor de justiça Ítalo Moreira Martins e os interesses do réu foram defendidos pelo advogado Antônio Tomás Neto.

Conforme consta no processo, acusado e vítima, Maria Janete Góis, estavam no bar da Eliane e começaram a discutir. Em seguida, João Bosco foi até sua casa, pegou uma faca, e passou em frente ao estabelecimento. 

Os dois começaram a discutir novamente e ele desferiu uma facada em Maria Janete, que conseguiu se esconder do acusado dentro de uma residência. O motivo da discussão não foi mencionado no processo.

Maria Janete foi socorrida e se recuperou do ocorrido.

Após explanações de defesa e acusação, o Conselho de Sentença se reuniu e decidiu pela condenação de 3 anos, que o réu irá cumprir no regime aberto.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS