NACIONAL

Bolsonaro só vai a debate na segunda quinzena; Haddad quer debate 'até na enfermaria'

10 Out
16:36 2018
A+   a-
Da redação
A equipe médica que cuida do candidato à Presidência JairBolsonaro ( PSL) afirmou, nesta terça-feira, que ele  só deve liberado para atividades de campanha a partir da próxima semana, quando deve passar por uma nova avaliação no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Até lá, não deverá participar de debates com o adversário do segundo turno, Fernando Haddad (PT), que ironizou o adversário dizendo que pode debater "até na enfermaria".
Os médicos estiveram nesta manhã na casa de Bolsonaro, na Barra da Tijuca, no Rio, para fazer uma nova avaliação. Apesar de estar com anemia e precisar recuperar massa muscular após perder 15 quilos, o estado de saúde do candidato é considerado estável e fora de risco.

— Na quinta que vem ele vai nos procurar para uma avaliação no Einstein e, com certeza, vamos liberá-lo para tudo que for necessário — disse o cirurgião Antonio Luiz Macedo.
Haddad voltou a desafiar seu adversário, Jair Bolsonaro (PSL), a comparecer aos debates que serão realizados antes do segundo turno. O petista disse que tem o receio de que Bolsonaro, que venceu o primeiro turno com 46% dos votos válidos, falte aos cinco encontros previstos.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS