POLÍCIA

Motorista diz na Polícia Civil que não fugiu e que acionou o SAMU para socorrer ciclistas

Foto: Passando na Hora
08 Nov
07:34 2018
A+   a-
Da redação
O motorista que atropelou o casal de ciclista no inicio da manhã desta quarta-feira, 7, na Rua Coelho Neto, no Alto da Conceição, em Mossoró/RN, em texto enviado ao blog Passando na Hora, disse que não fugiu após o acidente e que pediu socorro para as vítimas.

Veja mais
Casal de ciclistas atropelados na Rua Coelho Neto


Sem querer se identificar, ele conta a versão dele. Assegura que atropelou o casal de ciclista quando tentou desviar de uma camioneta que vinha no sentido contrário. E que saiu do local porque um policial pediu, para evitar atrito com a família das vítimas.

“Sou evangélico, realizei teste de barômetro que deu negativo, já pensei entrar em contato com a família, pois estou à disposição. Já pensei ir até o hospital, porém tenho medo da reação. Estou junto com minha esposa, sogra e família orando pela plena recuperação da senhora”, escreveu.

Finaliza o documento pedindo desculpas, assegurando que ia devagar devido a lombada eletrônica que se trata de uma fatalidade, a qual ele lamento. “Peço desculpas pois não atropelamos ninguém por vontade própria, não ia correndo, ia bem devagar justamente por conta do radar, porém houve essa fatalidade ao qual eu lamento”, conclui.
 

Segue o texto na íntegra.

"Eu me apresentei na delegacia para relatar a versão dos fatos em relação ao acidente que teve como vítima um casal de ciclista, caso ocorrido na manhã desta quarta feira 07 novembro 2018, próximo ao radar da Coelho Neto no bairro Alto da Conceição em Mossoró.

Em meu depoimento informei, que seguia para o trabalho às 7:50hs, quando para não bater de frente em uma caminhoneta de cor prata que vinha em minha direção puxei o carro e quando percebi já havia batido nos ciclistas.

Na hora corri atrás do outro carro, só que o sinal fechou e perdi de vista. Como não consegui alcançar, retornei para o local, e fui orientado por policiais a sair do local e me apresentar, por conta da revolta dos que ali estavam. pedi uma pessoa para acionar o socorro do SAMU.

Fiquei muito nervoso e sem saber o que fazer. Aí resolvi ir embora e me apresentar como fiz. Sou evangélico, realizei teste de barômetro que deu negativo, já pensei entrar em contato com a família, pois estou à disposição.

Já pensei ir até o hospital, porém tenho medo da reação. Estou junto com minha esposa, sogra e família orando pela plena recuperação da senhora. Peço desculpas pois não atropelamos ninguém por vontade própria, não ia correndo, ia bem devagar justamente por conta do radar, porém houve essa fatalidade ao qual eu lamento"
.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS