27 MAI 2022 | ATUALIZADO 23:55

COLUNA ESPLANADA

  [COLUNA ESPLANADA] Sete meses após a decretação da prisão do blogueiro Allan dos Santos pelo ministro Alexandre de Moraes, a Polícia Federal, a Interpol e o STF batem cabeça sobre a inclusão do bolsonarista na lista internacional de procurados. Ele está foragido nos Estados Unidos. Questionada pela Coluna sobre a estranha demora, a PF alega que procurou a Interpol e recebeu a seguinte resposta: “O caso em questão tramita perante o STF, e os autos estão sob a responsabilidade e controle de Ministro daquela Corte”. Na PF, tem gente com medo de prender Allan e ser exonerado por Bolsonaro.
[COLUNA ESPLANADA] Blogueiro Allan dos Santos continua foragido nos Estados Unidos

05/05/2022 08:20

Sete meses após a decretação da prisão do blogueiro Allan dos Santos pelo ministro Alexandre de Moraes, a Polícia Federal, a Interpol e o STF batem cabeça sobre a inclusão do bolsonarista na lista internacional de procurados. Ele está foragido nos Estados Unidos. Questionada pela Coluna sobre a estranha demora, a PF alega que procurou a Interpol e recebeu a seguinte resposta: “O caso em questão tramita perante o STF, e os autos estão sob a responsabilidade e controle de Ministro daquela Corte”. Na PF, tem gente com medo de prender Allan e ser exonerado por Bolsonaro.

  [COLUNA ESPLANADA] Depois de incentivar atos pela “liberdade de expressão” no Palácio do Planalto e nas ruas no 1º de maio, nos quais o deputado condenado Daniel Silveira (PTB-RJ) foi ovacionado, a bancada bolsonarista prepara, nos bastidores e com anuência do presidente Arthur Lira (PP-AL), mais uma ofensiva para confrontar o Supremo Tribunal Federal (STF). Uma operação encabeçada por deputados das frentes agropecuária e evangélica - as maiores da Câmara -, está em curso para derrubar, no plenário, o parecer do Conselho de Ética que recomendou, há mais de dez meses, a suspensão do mandato de Silveira.
[COLUNA ESPLANADA] Bancada bolsonarista prepara mais uma ofensiva para confrontar o STF

04/05/2022 08:14

Depois de incentivar atos pela “liberdade de expressão” no Palácio do Planalto e nas ruas no 1º de maio, nos quais o deputado condenado Daniel Silveira (PTB-RJ) foi ovacionado, a bancada bolsonarista prepara, nos bastidores e com anuência do presidente Arthur Lira (PP-AL), mais uma ofensiva para confrontar o Supremo Tribunal Federal (STF). Uma operação encabeçada por deputados das frentes agropecuária e evangélica - as maiores da Câmara -, está em curso para derrubar, no plenário, o parecer do Conselho de Ética que recomendou, há mais de dez meses, a suspensão do mandato de Silveira.

  [COLUNA ESPLANADA] Uma cena memorável em 1986 na trajetória do ex-presidente da República José Sarney revela-se hoje muito mais que um gesto carinhoso de uma criança - e a retribuição afável do veterano. Uma menininha furou o bloqueio da segurança na rampa do Palácio do Planalto, correu e abraçou o presidente. Tinha uma carta em mãos. Era um apelo desesperado dos moradores da Vila Planalto, dos pioneiros construtores da capital logo ali atrás, prestes a ser derrubada pelo então governo de José Aparecido no DF. Sarney interveio e ligou para o governador, pedindo apoio numa solução. Esta e outras revelações estão no livro que a pesquisadora Leiliane Rebouças (aquela menininha) lança amanhã: "Vizinhos do Poder”. O prefácio é de Sarney, claro, de quem tornou-se amiga nesses 36 anos.
[COLUNA ESPLANADA] O abraço que salvou a Vila Planalto de ser demolida

03/05/2022 07:58

Uma cena memorável em 1986 na trajetória do ex-presidente da República José Sarney revela-se hoje muito mais que um gesto carinhoso de uma criança - e a retribuição afável do veterano. Uma menininha furou o bloqueio da segurança na rampa do Palácio do Planalto, correu e abraçou o presidente. Tinha uma carta em mãos. Era um apelo desesperado dos moradores da Vila Planalto, dos pioneiros construtores da capital logo ali atrás, prestes a ser derrubada pelo então governo de José Aparecido no DF. Sarney interveio e ligou para o governador, pedindo apoio numa solução. Esta e outras revelações estão no livro que a pesquisadora Leiliane Rebouças (aquela menininha) lança amanhã: "Vizinhos do Poder”. O prefácio é de Sarney, claro, de quem tornou-se amiga nesses 36 anos.

  [COLUNA ESPLANADA] A cena picaresca revela ao Governo o quanto o Brasil dos rincões ainda carece de informações e interface com Brasília. Em duas situações recentes, no Nordeste, funcionários da Companhia Nacional de Abastecimento ouviram de populares um “obrigado ao presidente Lula” pelas cestas básicas doadas a famílias. Em parceria com o Ministério da Cidadania, que adquire os pacotes, a Conab faz doações de alimentos desde 2020 para aldeias indígenas, comunidades quilombolas e assentamentos do MST, em especial no Norte e Nordeste. Os episódios chegaram ao presidente Jair Bolsonaro, que deu uma bronca na turma.
[COLUNA ESPLANADA] Populares agradecem a Lula por cestas básicas doadas pelo Ministério da Cidadania

02/05/2022 08:38

A cena picaresca revela ao Governo o quanto o Brasil dos rincões ainda carece de informações e interface com Brasília. Em duas situações recentes, no Nordeste, funcionários da Companhia Nacional de Abastecimento ouviram de populares um “obrigado ao presidente Lula” pelas cestas básicas doadas a famílias. Em parceria com o Ministério da Cidadania, que adquire os pacotes, a Conab faz doações de alimentos desde 2020 para aldeias indígenas, comunidades quilombolas e assentamentos do MST, em especial no Norte e Nordeste. Os episódios chegaram ao presidente Jair Bolsonaro, que deu uma bronca na turma.

  [COLUNA ESPLANADA] Estatal comandada há anos por um consórcio formado por expoentes ocultos do MDB, PTB e PT nos últimos 20 anos, os Correios ganharam atenção do atual Governo, que convocou para a missão o general Floriano Peixoto. O linha-dura tirou a estatal dos casos policiais e apontou o rumo para lucros seguidos desde 2019 - o que motivou o Ministério da Economia aventar a privatização da estatal. O plano ainda está em vigor, apesar da resistência dos funcionários. Causa mais apreensão a notícia que chegou a corredores da sede ontem. O presidente Jair Bolsonaro prevê uma visita hoje ao prédio, na Esplanada. Somente funcionários - servidores e comissionados - do alto escalão foram avisados da agenda misteriosa.
[COLUNA ESPLANADA] Mirando privatização, Bolsonaro fará visita aos Correios

29/04/2022 08:16

Estatal comandada há anos por um consórcio formado por expoentes ocultos do MDB, PTB e PT nos últimos 20 anos, os Correios ganharam atenção do atual Governo, que convocou para a missão o general Floriano Peixoto. O linha-dura tirou a estatal dos casos policiais e apontou o rumo para lucros seguidos desde 2019 - o que motivou o Ministério da Economia aventar a privatização da estatal. O plano ainda está em vigor, apesar da resistência dos funcionários. Causa mais apreensão a notícia que chegou a corredores da sede ontem. O presidente Jair Bolsonaro prevê uma visita hoje ao prédio, na Esplanada. Somente funcionários - servidores e comissionados - do alto escalão foram avisados da agenda misteriosa.


Notas

Tekton

Publicidades