21 JAN 2019 | ATUALIZADO 11:10
MOSSORÓ

​Captação de órgãos no HRTM mobiliza quatro jatos no Aeroporto de Mossoró para salvar 14 pessoas

O médico Fernando Albuerne, que coordena o trabalho no HRTM, explicou que foram feitas 14 captações. Foram doados rins, coração, fígado e córneas. Os órgãos foram distribuídos para pacientes de Natal, Fortaleza, Brasília e Recife.
Da redação
12/04/2018 08:42
Atualizado
13/12/2018 09:27
A+   A-  
​Captação de órgãos no HRTM mobiliza quatro jatos no Aeroporto de Mossoró
Cedida
Quatro aviões pousaram no Aeroporto Dix Sept Rosado, nesta quarta-feira, 11, em Mossoró. Não se trata do início das operações da Azul Linhas Aéreas. A mobilização das aeronaves foi em torno da captação múltipla de órgãos no Hospital Regional Tarcísio Maia.

O médico Fernando Albuerne, que coordena o trabalho no Hospital Regional Tarcísio Maia, juntamente com o diretor-geral Jarbas Mariano, narrou que foram feitas 14 captações, duas no mesmo dia, o que recebeu o reconhecimento nacional do setor de transplantes.

Para os dois pacientes doarem os órgãos, todos os trâmites legais foram realizados, conforme ressaltou o diretor-geral do Hospital Regional Tarcísio Maia, Jarbas Mariano. Ele explicou que foi preciso mobilizar um número enorme de profissionais em vários estados.

Rins, fígado e córneas seguiram no caça da Força Aérea Brasileira para pacientes que estavam em fila de espera em Brasília. Já o coração e fígado seguiram para salvar pacientes que estavam aguardando em Fortaleza, no Ceará, e Recife, no Pernambuco. 

Seguiram rins e córneas no avião do Governo do Rio Grande do Norte para pacientes que aguardavam em Natal. O médico do HRTM, Fernando Albuerne, disse que o resultado final da operação foi um grande sucesso, com vidas salvas.

Albuerne e Jarbas Mariano reforçaram que as doações dos órgãos se dão depois de um processo longo, difícil, com o trato com os familiares. Eles lembram que se houvesse mais esclarecimento à população, mais vidas seriam salvas através de doações de órgãos.

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário