13 AGO 2022 | ATUALIZADO 19:21
POLÍCIA
29/06/2022 08:58
Atualizado
29/06/2022 08:59

Segurança do RN ganha reforço no efetivo com a posse de 76 novos policiais penais

A posse dos aprovados em concurso público e no curso de formação da Academia da Polícia Penal aconteceu nesta terça-feira (28), na Escola de Governo. O reforço no efetivo contribui para a manutenção da segurança das unidades prisionais e tem reflexo direto na segurança pública do Estado. Desde o início da atual gestão, foram convocados 219 novos servidores para a pasta.
FOTO: ELISA ELSIE

O Governo do Rio Grande do Norte empossou, nesta terça-feira (28), na Escola de Governo, 76 novos policiais penais, aprovados em concurso público e no curso de formação da Academia da Polícia Penal.

O reforço no efetivo contribui para a manutenção da segurança das unidades prisionais e tem reflexo direto na segurança pública do Estado. O evento contou com a presença da governadora Fátima Bezerra e do vice-governador Antenor Roberto.

A governadora destacou que desde o início da atual gestão, foram convocados 219 novos servidores para a pasta.

Fátima Bezerra lembrou ainda que o RN foi o primeiro Estado a reconhecer os antigos agentes penitenciários como policiais penais, criando, ainda em 2019, uma secretaria para administrar o Sistema Penitenciário.

“Os policiais penais desempenham um papel estratégico na segurança pública e o Governo os reconhece como carreira de Estado. Se o Sistema Penitenciário está sob controle, como autoridade e disciplina, e avançando nos programas de ressocialização, isso traz reflexos diretos na segurança da sociedade. O RN está no rumo certo”, disse.

O secretário Pedro Florêncio fez um balanço da atual gestão, destacando a evolução do efetivo e do aparelhamento da pasta.

“Tivemos uma modernização significativa e isso resultou num Sistema Penitenciário controlado e seguro. O reforço no efetivo é importante, também, para avançarmos nas ações preconizadas pela Lei de Execuções Penais envolvendo trabalho e educação. Ações de ressocialização que diminuem a reincidência criminal e contribuem para a melhoria da paz social”, disse.

Além dos citados, também participaram do evento o secretário da Segurança Pública e da Defesa Social, Francisco Araújo, e o presidente do sindicato dos policiais penais, André Jucá.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário