17 ABR 2024 | ATUALIZADO 18:23
MOSSORÓ
CEZAR ALVES
29/02/2024 15:30
Atualizado
29/02/2024 15:30

Tomógrafo do Tarcísio Maia deve começar a funcionar nesta sexta-feira

O tomógrafo que existia no Hospital Regional Tarcísio Maia, desde 2016, parou de funcionar. O Governo do estado comprou outro, de outra marca. Os técnicos trabalharam quase dois meses para instalar este novo aparelho de tomografia e esta semana entrou na fase de testes, devendo começar a funcionar nesta sexta- feira
O tomógrafo que existia no Hospital Regional Tarcísio Maia, desde 2016, parou de funcionar. O Governo do estado comprou outro, de outra marca. Os técnicos trabalharam quase dois meses para instalar este novo aparelho de tomografia e esta semana entrou na fase de testes, devendo começar a funcionar de fato nesta sexta-feiraTomógrafo do Tarcísio Maia deve começar a funcionar nesta sexta-feira

Os técnicos estão realizando os últimos testes para colocar em funcionamento o novo tomógrafo do Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró-RN.

Com o aparelho quebrado desde outubro do ano passado, sofrimento extra aos pacientes que precisam deste tipo de exame para iniciar ou continuar tratamento.

Desde que o aparelho não prestou mais para ser usado, os pacientes passaram a serem transportados em ambulâncias para fazerem tomografias no Hospital da Oncologia.

Cerca de um mês e meio depois, o Governo do Estado contratou o Hospital São Luiz, para também fazer este tipo de exame nos pacientes do Hospital Regional Tarcísio Maia.

Neste caso do Hospital São Luiz, já faz alguns dias que não realiza o procedimento, impondo mais sofrimento para o paciente que precisa de atendimento de emergência no HRTM.


Demora para instalar

O HRTM estava fazendo tomografias com um aparelho que havia sido instalado em 2016. Ocorre que este aparelho, da marca Siemens, de fabricação alemão.

Este aparelho queimou a ampola mais de uma vez e sempre que isto acontecia, passava meses sem funcionar, o custo do conserto girava em torno de R$ 750 mil.

O Governo do Estado comprou outro aparelho, agora de outra marca. Ocorre que para instalar, foi preciso contratar uma empresa para preparar o local e fazer as adaptações.

O trabalhou cerca de dois meses para ficar ponto e o aparelho entrar na fase de testes. A expectativa é que nesta quinta-feira, 29, os testes sejam encerrados e nesta sexta já comece a realizar os exames nos pacientes que precisam no HRTM

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário