GERAL

Nutrição vegetal viabiliza aumento da produção de melão em Mossoró

Foto: Divulgação Satis
02 Dez
16:19 2016
A+   a-
Da redação
Com a estiagem prolongada, o homem do campo enfrenta severas dificuldades, como a perda de lavouras inteiras. Diante do cenário de seca, agricultores estão buscando alternativas para viabilizar as suas plantações, com o uso, por exemplo, da nutrição vegetal.

Em Mossoró, o uso da nutrição vegetal tem viabilizado o aumento da produção de meão, conforme destaca Luciano Medeiros, representante da empresa mineira Sartis, que tem aumentado a atuação na cidade nos últimos meses.

"No caso de Mossoró, a Satis está conseguindo garantir uma escala maior na produção de melão graças ao Sturdy, um produto que fornece a quantidade ideal de fósforo, e substâncias bioestimulantes nessas plantações", afirma Luciano.



O representante da Satis explica que para estar saudável, uma planta precisa manter o equilíbrio entre seus nutrientes. A quantidade demandada de cada composto varia de acordo com o vegetal, mas a carência de qualquer um deles pode refletir em perdas na qualidade da produção. A maior parte dos elementos é fornecida pelo solo, mas nem sempre todos estão disponíveis para a planta. É aí que entram os fertilizantes.

"O mercado nordestino utiliza toda a linha de produtos da Satis. As soluções em nutrição vegetal vêm ajudando muito os produtores da região, até porque as plantas não precisam gastar tanta energia para metabolizar, evitando assim que elas se estressem", explica Luciano Medeiros, acrescentando que no caso de cidades como Mossoró a falta de chuvas vem acarretando prejuízo nos poços artesianos, deixando a água mais salina, o que prejudica o fortalecimento natural das plantas.

Desde 2011, a empresa mineira vem intensificando suas atividades no Nordeste, aumentando em 50% sua participação nas culturas de frutas, especialmente melão e mamão, e também na produção de tomate, pimentão, milho verde e hortaliças, principalmente nas áreas que compreendem o Ceará, o Rio Grande do Norte e Pernambuco e também nos demais estados da região.

Com informações da Assessoria/Satis
 

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS