18 DEZ 2018 | ATUALIZADO 08:37
GERAL

Internautas elogiam atitude de famílias que permitiram doação de órgãos: "Quanto amor"

Um dos doadores foi o estudante de Medicina, Rafael Diogo Jales, que sofreu traumatismo craniano após acidente de trânsito.
Da redação
12/04/2018 13:11
Atualizado
14/12/2018 07:02
A+   A-  
Internautas elogiam atitude de famílias que permitiram doação de órgãos: "Quanto amor"
O Hospital Regional Tarcísio Maia realizou nesta quarta-feira, 11, duas captações de órgãos em dois jovens. Rins, coração, córneas e fígado foram distribuídos para 14 pacientes de Natal, Recife, Fortaleza e Brasília, que esperavam na fila por transplantes de órgãos.

Um dos doadores é o estudante de Medicina, Rafael Diogo Jales, que sofreu um acidente de trânsito no fim de semana na cidade de Patu e faleceu no hospital de Mossoró. O outro doador é Matheus Lamark.

Nas redes sociais, dezenas de internautas se pronunciaram a respeito.  Inês escreveu: "Quanto amor envolvido neste ato! Deus seja louvado". "Um lindo gesto da família em meio a tanta dor, mas se seu sonho era salvar vidas Rafael Diego, você vai salvar! Descanse em paz, amigo!"

Rafael Diogo estudava Medicina na Bolívia e estava no Rio Grande do Norte fazendo estágio - precisamente no município de Almino Afonso. No acidente que sofreu semana passada em Patu, ele teve traumatismo craniano e precisou de doações de sangue, conforme divulgado pelo MOSSORÓ HOJE, e conseguiu. Apesar dos esforços médicos, não conseguiu reagir.

Num dia, ele precisou de doações, no outro foi o doador. Amigos relataram nas redes sociais que Rafael cumpriu sua grande missão que era salvar vidas. A permissão da família nesses casos é primordial para que a doação de órgãos aconteça. A atitude foi bastante elogiada. Segundo a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), é importante que a família do paciente esteja ciente de sua vontade.








 

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário