18 DEZ 2018 | ATUALIZADO 08:37
VARIEDADES

Desbravando a pulmão as Américas, casal Argentino se encanta com a obra do poeta Antonio Francisco

Em Mossoró, Marta e Julián, após pedalarem 7 mil kms, receberam guarita no Corpo de Bombeiros. Foram recebidos pelo bombeiros Moésio Marinho, que apresentou a cidade e a obra do poeta mais querido de Mossoro [VIDEO]
Cezar Alves, com reportagem de Moésio Marinho
20/05/2018 07:20
Atualizado
12/12/2018 00:56
A+   A-  
Desbravando a pulmão as Américas, casal Argentino se encanta com a obra de Antonio Francisco
Moésio Marinho
Ela, bióloga de 38 anos. Ele, comerciante, de 41 anos. Marta Elena Sanchez e Julián Guelfi partiram pedalando, no dia 3 de janeiro de 2017, de Buenos Aires, com destino ao México.  Objetivo: “Conhecer nossa terra, a nossa cultura, as nossas paisagens, a nossa história...”, revela Marta Elena.

Julián Guelfi acrescenta que é muito mais do que fugir da mesmice da vida cotidiana de comerciante na capital da Argentina. É um passeio muito prazeroso conhecendo as pessoas, as culturas, as culinárias, os gostos regionais, os tipos de paisagens, um desafio físico espetacular, enfim, uma conquista a cada dia.

Os dois deixaram tudo na Argentina e partiram pedalando desbravando, iniialmente o Uruguai e depois o litoral brasileiro. Neste sábado, depois de desfrutar do que classificaram de paraíso tropical nos estados do Sul, Centro Oeste e Nordeste, Julián e Marta chegaram a Mossoró nesse sábado, às 14 horas.

Receberam guarita na sede do Corpo de Bombeiros. O Bombeiro Moésio Marinho recebeu a missão de apresentar Mossoró ao casal de aventureiros das estradas do litoral brasileiro e das Américas. Provaram pizza no Shopping Avenida e ganharam o livro Por Motivos de Versos, de Antônio Francisco.

Esta não é a primeira viagem do casal. Em 2010, os dois partiram de Buenos Aires, passearam pela Bolívia, Perú, Equador, Colômbia e Venezuela. Agora contam que querem completar a volta a América do Sul e se possível pedalar em todos os países latino-americanos.

 Em cada região que passam, registram em fotografias e publicam na fan page (para acessar AQUI). Falam que as pessoas são amáveis, mas reconhecem que no Brasil existe muita violência. Sente-se sortudos de não terem sido vítimas desta violência que eles constataram.

“Fazemos de bike porque nos permite conhecer realmente nossa terra e sua gente. Permite conhecermos nossa cultura, nossa vegetação, nossa história. Logo tem a satisfação de conquistar a pulmão cada lugar, se manter saudável e curtir a natureza...”, diz Marta.

O casal concedeu entrevista ao bombeiro e radialista Moésio Marinho. 


“No Brasil encontramos boas rodovias, com ótimos acostamentos. Não falta condutor de carro/ônibus/caminhão que dirija rápido e represente um perigo, mas por enquanto tudo vai bem. Acho que a cidade é mais perigosa. E também nunca viajamos à noite”, destaca Julián Guelfi.

O casal, que não têm filhos, narra que teve lugares que chegaram que não encontraram onde ficar, mas assegura que isto foi pouquíssimas vezes. Nestes casos procuram uma pousada, coisa que quase sempre evitam porque não tem dinheiro.

Geralmente quando chegam as cidades para pernoitarem, procuram ginásios, escolas, postos de gasolina, Bombeiros e em muitas das cidades ficaram hospedadas em casas de famílias. Elogiam os brasileiros quanto à receptividade, em especial os nordestinos.



Além de um ótimo preparo físico, os dois também se preocupam com pele exposta ao sol. Usam protetores e roupas especiais.  São detentores de dois ingredientes especiais no desbravamento dos povos por ondem passam: a cortesia e a simpatia. Recebem o mesmo carinho em troca.

“Adorei conhecê-los. São maravilhosos, alegres e transferem isto para as pessoas que nem conhecem. São exemplos de convivência e respeito ao próximo, algo que falta na nossa sociedade para uma convivência pacífica e sadia”, destaca o bombeiro Moésio Marinho.

No inicio da manhã deste domingo, 20, o casal se despediu dos bombeiros em Mossoró e partiu, pedalando pelo acostamento da BR 304, na direção do Ceará.  O próximo destino é a cidade de Aracati, que fica distante algo torno de 90 km de Mossoró.

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário