GERAL

Campanha da Justiça Federal incentiva doação de sangue no RN

Foto: Arquivo Mossoró Hoje
18 Jul
14:17 2018
A+   a-
Da redação
A Justiça Federal no Rio Grande do Norte está lançando mais uma campanha envolvendo o trabalho de integração com a comunidade de todo Estado. “Doar sangue é gesto de amor, ato pela vida” esse é slogan do projeto que tem como objetivo incentivar a doação de sangue.

A campanha contempla ações publicitárias nos veículos oficiais da JFRN, comunicação externa, mas, sobretudo, a participação direta de magistrados, servidores e colaboradores da Seção Judicária. Serão quatro meses de campanha com divulgação nas redes sociais e o envolvimento a partir de palestras sobre doação de sangue e do próprio ato de doar sangue.

O ponto alto da campanha será no mês de novembro, já que no dia 25 de novembro é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue. “A Justiça Federal no Rio Grande do Norte vai muito além da sua função fim. Estamos sempre envolvidos com as causas da nossa gente. Em 2017 fizemos uma grande campanha de incentivo à doação de órgão, agora uma outra causa nos motiva: a doação de sangue. Para isso vamos contar com o envolvimento direto dos nossos colaboradores nesse projeto que é de todos”, destacou o Juiz Federal Marco Bruno Miranda, Diretor do Foro da JFRN.

Em Mossoró, os interessados em doar sangue podem fazê-la no Hemocentro de Mossoró, que fica ao lado do Hospital Regional Tarcísio Maia, no bairro Aeroporto. O Hemocentro funciona de segunda a sexta, das 7h às 18h, e no sábado, das 7h às 17h.

Critérios para Doação de Sangue

Condições básicas para doar

  • Sentir-se bem, com saúde.
  • Apresentar documento oficial de identidade com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo território nacional
  • Ter entre 16 e 69 anos, 11 meses e 29 dias
  • Pesar mais de 50 Kg;

No dia da doação

  • Nunca doar sangue em jejum
  • Fazer um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior à doação
  • Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação
  • Evitar fumar por pelo menos duas horas antes e depois da doação
  • Evitar ingerir alimentos gordurosos

Quem não pode doar

  • Quem teve diagnóstico de hepatite após os 11 anos de idade
  • Mulheres grávidas ou estejam amamentando
  • Pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue, como aids, hepatite, sífilis e doença de chagas

Quantas doações podem ser feitas por ano

  • Homens: 60 dias (até 4 doações por ano)
  • Mulheres: 90 dias (até 3 doações por ano)

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIOS