27 MAI 2022 | ATUALIZADO 23:55

NACIONAL

ANS aprova reajuste de 15,5% para planos de saúde individuais e familiares

26/05/2022 18:01

Segundo a ANS, os contratos de cerca de 8 milhões de beneficiários, o que representa 16,3% dos consumidores de planos de assistência médica no Brasil, serão afetados pelo reajuste. Ao todo são 49,1 milhões de beneficiários com planos de assistência médica no País, de acordo com dados referentes a março de 2022. A decisão será publicada no Diário Oficial da União e o reajuste poderá ser aplicado pela operadora a partir da data de aniversário do contrato, ou seja, no mês da contratação do plano.

[COLUNA ESPLANADA] Vítimas de tragédia em creche de MG reclamam da falta de apoio da prefeitura

26/05/2022 08:07

Vítimas da tragédia da Creche Gente Inocente, em Janaúba (MG), reclamam da falta de apoio da Prefeitura Municipal após o incêndio - provocado pelo vigia Damião dos Santos -, que vitimou 10 alunos e três adultos, e deixou mais de 40 feridos. A tragédia aconteceu em 2017 e familiares e sobreviventes ainda aguardam indenização. Viúvo da professora Heley Abreu Silva Batista - que morreu ao tentar salvar crianças -, Carlos Batista simboliza o triste sentimento das famílias das vítimas: “A dor não é do fogo mais e sim da frieza com que estão nos tratando”.

[COLUNA ESPLANADA] Previsão de cortes no orçamento do Planalto para este ano é de R$ 16 bilhões

25/05/2022 08:11

Ministros palacianos e a equipe econômica travam, nos bastidores, um embate provocado pela previsão de cortes no orçamento deste ano. As planilhas do Ministério da Economia sinalizam a necessidade de bloqueio que pode chegar a R$ 16 bilhões. O que incomodou a ala política do Governo foram informações de que as emendas parlamentares - RP2 (de bancadas), RP8 (de comissões permanentes) e RP9 (de relator) do Congresso Nacional – poderão ser alvo da navalha da equipe de Paulo Guedes.

Sancionada a Lei Henry Borel, que amplia pena para violência contra crianças e adolescentes

24/05/2022 18:22

A norma, sancionada na tarde desta terça-feira (24), pelo Presidente Jair Bolsonaro, também passa a considerar crime hediondo o assassinato de menor de 14 anos, com pena de reclusão de 12 a 30 anos. Aumenta, ainda, de um terço à metade a pena para este tipo de crime, se for cometido por familiar, empregador da vítima, tutor ou curador, ou se a vítima é pessoa com deficiência ou tenha doença que implique o aumento de sua vulnerabilidade.

“É um crime o que estão fazendo com a Petrobras! ", diz o senador Jean

24/05/2022 17:58

O senador Jean escreveu: "Falaram que tinham que vender refinarias, a malha de gasodutos e a rede de postos, porque a empresa estava quebrada… Mas, passados alguns meses, a empresa obteve lucros extraordinários (106 bi + 44 bi) e todo esse lucro foi distribuído para acionistas", reclama o senador Jean Paul Prates, acrescentando que o Governo Bolsonaro prefere fazer jogo de cena para culpar outros do que resolver a questão que é de sua responsabilidade e dever


Notas

Publicidades